Jornal do Commercio
Vida Fit

Vida Fit: Saiba por que tem gente se machucando à toa com o crossfit

Especialistas alertam para grande número de pessoas lesionadas na modalidade

Publicado em 27/03/2017, às 16h30

Contusões costumam aparecer por falta de respeito dos protocolos por alguns praticantes / Facebook Bunker/Reprodução
Contusões costumam aparecer por falta de respeito dos protocolos por alguns praticantes
Facebook Bunker/Reprodução
LUANA PONSONI

Apesar de as pesquisas serem divergentes, especialistas ligados à área de fisioterapia esportiva fazem o alerta. O número de pacientes com lesões provenientes dos treinos de crossfit vem aumentando de forma considerável nos consultórios. Eles também são praticamente unânimes ao afirmar que o problema não está na modalidade de treino em si, mas na conduta inadequada de muitos praticantes. Ao buscar a evolução, tanto física, quanto técnica, de forma precipitada, muitos acabam saindo dos boxes com contusões, principalmente, nos joelhos, coluna e ombros.



“O crossfit é muito dinâmico. Os treinos praticamente não se repetem. As pessoas ficam viciadas. Tem gente que treina de segunda a segunda, sem observar os protocolos. Assim o risco de lesões aumenta muito, por se tratar de uma atividade intensa. Conversando com os pacientes, em nenhum momento, o meu interesse é desestimular a prática, só orientar”.

Leia mais no Blog Vida fit


Palavras-chave




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Papai Noel o ano inteiro Papai Noel o ano inteiro
As luzes na cidade anunciam que o Natal já chegou. É nesta época do ano que o espírito natalino faz aflorar alguns dos sentimentos mais nobres. Agora iremos contar histórias de pessoas, organizações e empresas que fizeram da solidariedade missão de vida
Vida fit todo dia Vida fit todo dia
Apesar de a abertura do Verão no Brasil só acontecer em dezembro, no Nordeste há uma antecipação da data. Por esse motivo, que tal aproveitar esses meses de energia para cultivar bons hábitos e mudar o estilo de vida? Veja várias dicas de como se cuidar
BRT: E agora? BRT: E agora?
Ele está ferido, sofrido. Esquecido. E sem perspectivas de melhoria. Tem sobrevivido como é possível e, apenas pontualmente, esboça reações positivas. O sistema BRT, Bus Rapid Transit, tem sofrido de inanição em todo o País. E poderá se perder.

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM