Jornal do Commercio
Abuso

Ex-técnico da seleção de ginástica se diz inocente das acusações de abuso sexual

Fernando de Carvalho Lopes falou pela primeira vez sobre as denúncias nesta quarta-feira (16)

Publicado em 16/05/2018, às 18h27

Fernando disse que a vingança dos atletas teria sido motivada pelos seus métodos rigorosos de treinamento / RicardoBufolin/CBG
Fernando disse que a vingança dos atletas teria sido motivada pelos seus métodos rigorosos de treinamento
RicardoBufolin/CBG
JC Online

O ex-técnico da seleção brasileira de ginástica Fernando de Carvalho Lopes atribuiu as denúncias de que ele teria abusado sexualmente de atletas à vingança. Em depoimento no Senado federal, em Brasília, ele negou nesta quarta-feira (16) que tenha praticado tais atos e que as acusações eram uma retaliação a sua postura rígida como treinador. A fala de Fernando foi ouvida em audiência da CPI dos Maus Tratos.

Ao todo, 40 ginastas e ex-ginastas afirmaram que foram vítimas de abusos sexuais praticados por Fernando de Carvalho Lopes entre 1999 e 2016, quando ele era técnico do Mesc, em São Bernardo do Campo (SP). O processo foi aberto em junho de 2016. Até agora, 23 pessoas foram ouvidas na delegacia, entre vítimas e testemunhas.

"Nunca fui um técnico manso. Sempre fui extremamente rígido e por isso criei muitos inimigos. Cortei bolsas de atletas, demiti pessoas que não seguiam a minha linha de trabalho. Acredito que isso possa ser uma vingança", afirmou. Fernando de Carvalho Lopes negou também ter trocado e-mails ou mensagens de cunho pessoal com os atletas.



DESVIO

Foi a primeira vez que ele falou abertamente sobre as acusações. A sessão da CPI foi fechada pelo presidente da comissão, o senador Magno Malta (PR-ES). Durante o depoimento, o parlamentar também pediu explicações sobre suspeitas de desvio de dinheiro do programa Bolsa Atleta.

Fernando de Carvalho Lopes chegou a admitir que houve cortes para custear materiais de treinamento, mas que ele não tinha acesso ao dinheiro. "Não tenho nada a esconder. Se for possível essa averiguação, pode ser feita", disse o ex-técnico da seleção, sobre a quebra de sigilo de seus e-mails.

Fernando de Carvalho Lopes foi afastado de todas as funções no clube de São Bernardo do Campo (SP) desde que as denúncias vieram à tona. No início deste mês, foi cumprido mandado de busca e apreensão na casa dos pais do treinador, onde ele também reside atualmente, na cidade do ABC paulista. Foram recolhidos CDs, DVDs, Pen drives, HD externo e fita cassete. A polícia não divulgou o conteúdo do material.


Palavras-chave

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Especial educação Especial educação
E se você descobrisse que o futuro ligado às tendências que irão norteá-lo já chegou? O mundo hoje é um mar de oportunidades, para conhecimento, informação e inovação. Cada vez mais o profissional precisa evoluir. Por isso veja o caminho a seguir
A revolução da ciclomobilidade: o exemplo de Fortaleza A revolução da ciclomobilidade: o exemplo de Fortaleza
A capital cearense, diferentemente da pernambucana – embora nordestina também – deu um salto na infraestrutura viária voltada para as bicicletas. A cidade está repleta de ciclofaixas. Por toda parte. E a grande maioria conectada
Cantos e Recantos Cantos e Recantos
A temporada de sol está nos espreitando, e a Praia de Boa Viagem é sempre uma opção de passeio. Mas que tal ousar um pouquinho na quilometragem e desbravar outros destinos? Pernambuco tem muitos lugares fantásticos e você vai adorar o roteiro que o JC fe

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM