Jornal do Commercio
vôlei

Seleção brasileira vence os EUA e garante liderança do grupo

A seleção brasileira de vôlei encerrou a segunda fase do Campeonato Mundial na liderança do grupo I. Agora, o grupo nacional espera pelo adversário da semifinal

Publicado em 28/09/2018, às 14h44

Seleção brasileira busca o tetracampeonato mundial / Divulgação
Seleção brasileira busca o tetracampeonato mundial
Divulgação
JC Online

Não tem mais time invicto no Campeonato Mundial masculino de vôlei. Nesta sexta-feira, em Turim, a seleção brasileira derrotou os Estados Unidos por 3 sets a 0, com parciais de 25/20, 25/18 e 25/19 e quebrou a invencibilidade dos rivais na competição. Com o resultado, o Brasil ficou em primeiro no Grupo I e agora aguarda o segundo colocado do Grupo J, que será definido após o jogo entre Itália e Polônia, às 16h15 (de Brasília), para saber quem será o seu rival na semifinal deste sábado.

Brasileiros e norte-americanos entraram na quadra com seus times reservas. O técnico Renan Dal Zotto, punido com uma suspensão de uma partida por atirar uma bola na quadra durante o jogo de quarta-feira contra a Rússia, escalou William, Evandro, Douglas, Kadu, Maurício Souza e Eder, além de Thales como líbero para iniciar o duelo. Isac, Bruninho e Wallace entraram no decorrer do confronto. O time foi orientado em quadra por Marcelo Fronckowiack, auxiliar de Renan, que viu o jogo da arquibancada

RESERVAS

Em uma partida morna, os Estados Unidos mostraram um time reserva sem as mesmas qualidades dos titulares, que estavam sem derrota até então no campeonato. O bloqueio brasileiro mais uma vez não foi bem e só conseguiu quatro pontos, enquanto o saque foi um ponto forte do time nacional ao proporcionar nove pontos



O clima de amistoso entre as equipes pôde ser provado por intermédio do alto número de erros apresentados nos três sets. Os brasileiros erraram 19 vezes e os norte-americanos, 17.

Evandro, com 19 pontos, foi o maior pontuador da partida, seguido por Kadu, com 11. Do lado dos Estados Unidos, Jeffrey Jendryk e Jake Langlois marcaram nove pontos cada.





Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Especial Tempo de Férias Especial Tempo de Férias
O tempo das férias finalmente chegou e com ele os vários planos sobre o que fazer no período livre. O JC traz algumas dicas de como otimizar o período para voltar renovado do merecido descanso.
Copa América no Brasil Copa América no Brasil
Confira a relação da Copa América com o Brasil, o histórico e detalhes da edição deste ano, na qual a seleção terá que se virar sem Neymar, cortado do torneio. Catar e Japão participam como convidados
O nome dele era Gabriel Diniz O nome dele era Gabriel Diniz
José Gabriel de Souza Diniz, o Gabriel Diniz, ou simplesmente GD como os fãs o chamavam, morreu precocemente, aos 28 anos, em um acidente com um pequeno avião no litoral sul de Sergipe ocorrido na segunda-feira, 27 de maio de 2019.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM