Jornal do Commercio
Notícia
TENNIS

Após eliminar Nadal, Fabio Fognini é campeão em Montecarlo

O tenista Fabio Fognini conquistou o título mais importante de sua carreira, neste domingo, ao derrotar o sérvio Dusan Lajovic (48º do ranking) por 2 sets a 0, parciais de 6/3 e 6/4, em 1h38, e se sagrar campeão do Masters 1000 de Montecarlo

Publicado em 21/04/2019, às 17h22

Com o primeiro título em Masters 1000, Fognini deverá subir seis posições no novo ranking da ATP / Foto: YANN COATSALIOU/AFP
Com o primeiro título em Masters 1000, Fognini deverá subir seis posições no novo ranking da ATP
Foto: YANN COATSALIOU/AFP
JC Online

O tenista Fabio Fognini conquistou o título mais importante de sua carreira, neste domingo, ao derrotar o sérvio Dusan Lajovic (48º do ranking) por 2 sets a 0, parciais de 6/3 e 6/4, em 1h38, e se sagrar campeão do Masters 1000 de Montecarlo.

Na semifinal, o italiano, de 31 anos, 18º do ranking mundial, havia derrotado o espanhol Rafael Nadal, dono de 11 taças no torneio e não era derrotado na tradicional quadra de saibro de Mônaco desde a semifinal de 2015.

Com o primeiro título em Masters 1000, Fognini deverá subir seis posições no novo ranking da ATP, que será divulgado nesta segunda-feira, alcançando a 12ª posição, a melhor de sua carreira de 622 jogos. O tenista soma oito títulos de ATP. Outro que jamais havia disputado uma final de Masters 1000, Lajovic vai subir 24 posições e aparecer como 24º do mundo, após 238 partidas disputadas na carreira.

Motivado pelo fato de não ter perdido nenhum set no torneio deste ano, Lajovic, de 28 anos, começou bem a partida e logo quebrou o saque de Fognini, ao fazer dois games a um. Mas a reação do italiano foi imediata.



Fognini devolveu a quebra de saque, somou outros quatro games na sequência e alcançou 5 a 2. Com tranquilidade, fechou o primeiro set em 6/3, graças ao ótimo aproveitando nas bolas do fundo da quadra, como já havia feito com Nadal.

O segundo set ganhou dramaticidade, quando Fognini acusou uma dor na coxa durante a disputa do quinto game. O atleta recebeu atendimento e permaneceu na disputa. Lajovic cometeu erro incrível ao executar um smash e viu Fognini abrir 4/2. Daí em diante, o italiano manteve o ritmo e obteve grande vitória.

Nas duplas, em uma partida bastante equilibrada, o título ficou para os croatas Nikola Mektic e Franko Skugor, que venceram os holandeses Robin Haase e Wesley Koolhof por 6/7 (3/7), 7/6 (7/3) e 11-9.




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Especial Nova Rotação Especial Nova Rotação
As cidades estão entrando em colapso. Refletem o resultado da mobilidade urbana convencional, um mal incorporado à sociedade e de difícil enfrentamento.Mas o momento de inverter essa lógica é agora. Criar uma nova rotação para as cidades, para as pessoas
JC Recall de Marcas 2019 JC Recall de Marcas 2019
Pitú e Vitarella são as marcas mais lembradas pelo consumidor pernambucano, de acordo com a edição 2019 do Prêmio JC Recall de Marcas. O ranking foi feito a partir de levantamento do Harrop Pesquisa para o Jornal do Commercio.
Especial Tempo de Férias Especial Tempo de Férias
O tempo das férias finalmente chegou e com ele os vários planos sobre o que fazer no período livre. O JC traz algumas dicas de como otimizar o período para voltar renovado do merecido descanso.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM