Jornal do Commercio
Análise
FÓRMULA 1

Fórmula 1 esquenta e revive tempos de polêmicas com Vettel e Hamilton

Punição contestada contra piloto da Ferrari reacendeu rivalidade no GP do Canadá

Publicado em 10/06/2019, às 14h30

Manobra de Vettel levantou debate entre pilotos, comentaristas e fãs da Fórmula 1 / Foto: Reprodução / Twitter / @F1
Manobra de Vettel levantou debate entre pilotos, comentaristas e fãs da Fórmula 1
Foto: Reprodução / Twitter / @F1
Diego Borges
Twitter: @DiBorges9

A Fórmula 1 voltou a viver dias de disputas e polêmicas mais acirradas no último fim de semana, no Grande Prêmio do Canadá, sétima etapa da temporada 2019. Lewis Hamilton venceu, apesar de cruzar a linha de chegada atrás de Sebastian Vettel, no que seria a primeira vitória da Ferrari no ano. Uma punição em 5s, no entanto, deu ao inglês o troféu de vencedor.

A decisão remeteu a situações vividas pela categoria nas décadas de 80 e 90, quando decisões das comissões de prova eram contestadas e geravam maior debate entre pilotos, comentaristas e, claro, fãs da F1. A situação deixou o alemão nada satisfeito. Muito pelo contrário. Vettel largou na pole position e guiou o carro à frente da prova o tempo todo, até ser atacado por Hamilton e falhar entre as curvas 3 e 4 do circuito de Montreal, durante a volta 48.

"Os comissários revisaram evidências de vídeo e determinaram que o carro 5 (Vettel), deixou a pista na curva 3, voltou à pista no turno 4 de maneira insegura e forçou o carro a sair da pista. Carro 44 (Hamilton) teve que tomar medidas evasivas para evitar uma colisão", diz a nota emitida pelos comissários da prova.

Vettel passeou na grama e fechou a passagem na retomada para o traçado. Sem espaço suficiente entre a Ferrari e o muro, Hamilton freou sua Mercedes para evitar colisão. A manobra do tetracampeão foi apontada como perigosa pela FIA, que adicionou 5 segundos no tempo final de prova do piloto alemão. "Infelizmente, esse não é o esporte pelo qual me apaixonei”, cravou Vettel ao fim da prova.

ASSISTA AO LANCE

A REVOLTA DE VETTEL

A insatisfação do piloto da Ferrari não acabaria por aí. Vettel ainda daria outras demonstrações de revolta com o resultado. Foi necessário que a equipe o convencesse de participar da cerimônia de premiação da corrida, como forma de evitar uma nova punição que poderia comprometer ainda a situação do alemão na briga pelo título. Só não impediram que o piloto invertesse as placas de 1° e 2° colocados com os carros estacionados.



Na entrega dos troféus, a insatisfação era evidente também para Hamilton. O piloto britânico declarou que "não era dessa forma que gostaria de vencer" e ainda trouxe Vettel para seu lado no degrau mais alto do pódio. Contido, Vettel recuou.

O PÓDIO

Com a vitória, Hamilton chegou à sua sétima no Canadá, igualando a Schumacher como maiores vencedores da história em GPs no país. Na classificação geral, o líder britânico chegou aos 162 pontos, abrindo 29 de vantagem para o companheiro de equipe e segundo lugar, Valtteri Bottas - que terminou a corrida em quarto -, além de 62 pontos para Vettel, que perdeu a chance de vencer a primeira no ano, justamente no fim de semana em que a Ferrari levou vantagem sobre a Mercedes, com Charles Leclerc completando o pódio me Montreal.

ITALIANOS VÃO RECORRER

Porém ainda existe uma esperança para a Ferrari. A equipe acenou que deve recorrer da punição à FIA. “No momento, nós, como equipe, estamos naturalmente desapontados, mas acima de tudo, nossos pensamentos são com Sebastian… Eu não acho que ele poderia ter feito as coisas de forma diferente, e é por isso que decidimos recorrer da decisão dos comissários", alega Mattia Binotto, engenheiro chefe de equipe da Ferrari.

"Desapontamento é um bom sinal para um piloto. Sebastian está com muita fome, todos nós estamos com fome e isso nos ajudará nas próximas corridas" completa.




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Especial Nova Rotação Especial Nova Rotação
As cidades estão entrando em colapso. Refletem o resultado da mobilidade urbana convencional, um mal incorporado à sociedade e de difícil enfrentamento.Mas o momento de inverter essa lógica é agora. Criar uma nova rotação para as cidades, para as pessoas
JC Recall de Marcas 2019 JC Recall de Marcas 2019
Pitú e Vitarella são as marcas mais lembradas pelo consumidor pernambucano, de acordo com a edição 2019 do Prêmio JC Recall de Marcas. O ranking foi feito a partir de levantamento do Harrop Pesquisa para o Jornal do Commercio.
Especial Tempo de Férias Especial Tempo de Férias
O tempo das férias finalmente chegou e com ele os vários planos sobre o que fazer no período livre. O JC traz algumas dicas de como otimizar o período para voltar renovado do merecido descanso.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM