Jornal do Commercio
Notícia
Novidade

Bruno Soares inicia parceria com vitória na estreia em Stuttgart

Brasileiro está jogando com o australiano John Peers

Publicado em 11/06/2019, às 16h06

Bruno Soares jogava com o britânico  Jamie Murray / Daniel Leal Olivas/AFP
Bruno Soares jogava com o britânico Jamie Murray
Daniel Leal Olivas/AFP
JC Online

O brasileiro Bruno Soares teve nesta terça-feira um bom começo de parceria com o australiano John Peers. Pela rodada de estreia do ATP 250 de Stuttgart, disputado em quadras de grama na Alemanha, a dupla cabeça de chave número 1 derrotou de virada os alemães Jan-Lennard Struff e Tim Puetz por 2 sets a 1 - com parciais de 4/6, 7/5 e 10 a 6 no match tie-break.

No mês passado, o tenista mineiro anunciou que Roland Garros seria a última competição dele com o britânico Jamie Murray, após quase três anos e meio jogando juntos. Quase duas semanas depois da eliminação em Paris, Soares já se garantiu nas quartas de final em Stuttgart com seu novo parceiro. Os dois enfrentarão o ucraniano Denys Molchanov e o neozelandês Artem Sitak, que na segunda-feira ganharam da dupla do gaúcho Marcelo Demoliner com o indiano Divij Sharan.



O JOGO 

Em quadra, o primeiro set teve apenas uma quebra de saque, no terceiro game. Bruno Soares e John Peers não tiveram chances para devolver e ainda precisaram salvar um novo break no oitavo. Depois, no 10.º, os alemães conseguiram um duplo set point e fecharam no primeiro.

A segunda parcial começou igual, com Puetz e Struff quebrando o serviço do brasileiro e do australiano de novo no terceiro game. Desta vez, porém, Bruno Soares e John Peers devolveram no oitavo e impuseram nova quebra aos rivais no 12.º, que valeu o empate no jogo. No match tie-break, Soares e Peers dominaram desde o começo, logo abriram 5 a 1 e conseguiram manter a vantagem até fecharem o jogo.





Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Copa América no Brasil Copa América no Brasil
Confira a relação da Copa América com o Brasil, o histórico e detalhes da edição deste ano, na qual a seleção terá que se virar sem Neymar, cortado do torneio. Catar e Japão participam como convidados
O nome dele era Gabriel Diniz O nome dele era Gabriel Diniz
José Gabriel de Souza Diniz, o Gabriel Diniz, ou simplesmente GD como os fãs o chamavam, morreu precocemente, aos 28 anos, em um acidente com um pequeno avião no litoral sul de Sergipe ocorrido na segunda-feira, 27 de maio de 2019.
Conheça o udigrudi pernambucano Conheça o udigrudi pernambucano
O udigrudi pernambucano reuniu um grupo de talentosos jovens músicos que, na primeira metade dos anos 70, gravou discos absolutamente não comerciais, fez rock and roll na terra do frevo, produziu festivais, insistiram na permanência do sonho.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM