Jornal do Commercio
Tatame

Pernambucana é campeã mundial escolar de judô

Conquista manteve Rebeka no topo da categoria superligeiro, entre as faixas marrons, da Confederação Brasileira de Judô

Publicado em 19/06/2019, às 16h50

Rebeka derrotou atleta da Ucrânia na final / Divulgação
Rebeka derrotou atleta da Ucrânia na final
Divulgação
Luana Ponsoni

Atleta do Movimento Pró-Criança, Rebeka Venceslau, de 14 anos, obteve mais um importante título internacional nesta quarta-feira (19). Única pernambucana a subir no tatame do Campeonato Mundial Escolar de Judô, na Hungria, ela conquistou a medalha de ouro para o Brasil na categoria sub-18 entre as competidoras com até 40 Kg da faixa marrom. O torneio é promovido pela Federação Internacional do Desporto Escolar (ISF) e faz parte do Combate Games, com disputas ainda de taekendow, karatê e wrestling.

Além da delegação brasileira, o evento também conta com a participação de competidores da Ucrânia, Rússia, China e França.

Na final, Rebeka Venceslau enfrentou uma judoca da Ucrânia. Concentrada, não deu chances para a oponente e venceu o combate por ippon em menos de dois minutos. “Foi uma luta excelente, que mostrou que Rebeka está forte e bem treinada, e essa medalha é importantíssima para ela e para o Pró-Criança, pois comprova que o trabalho está no caminho certo”, comemorou o sensei da ONG, Marcílio Félix.



Muito emocionada, Rebeka conversou com a equipe de transmissão da Confederação Brasileira de Desporto Escolar (CBDE) instantes depois de faturar a medalha dourada. “Não foi fácil chegar até aqui, tive que abdicar de muita coisa, mas deu certo. Agradeço primeiramente a Deus, a todos que torceram por mim e a minha mãe. Essa vitória não é só minha é de todos vocês”, declarou.

O ponto mais alto do pódio em Budapeste confirmou a posição de Rebeka no ranking da Confederação Brasileira de Judô (CBJ). A adolescente é a melhor do país na categoria superligeiro, com 735 pontos, quase o dobro da segunda colocada.

Campeonato Brasileiro e Pan-Americano

As comemorações pela conquista do ouro inédito no Campeonato Mundial Escolar de Judô não devem se estender. Rebeka chega ao Brasil no próximo sábado (22) e, oito dias após o desembarque, já participa da seletiva para o Campeonato Brasileiro. Em seguida, a atleta terá cerca de duas semanas de preparação ao Campeonato Pan-Americano de Judô, para o qual foi convocada esta semana. O torneio será realizado em Cali, na Colômbia entre os dias 18 e 21 de julho.

 





Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Especial Tempo de Férias Especial Tempo de Férias
O tempo das férias finalmente chegou e com ele os vários planos sobre o que fazer no período livre. O JC traz algumas dicas de como otimizar o período para voltar renovado do merecido descanso.
Copa América no Brasil Copa América no Brasil
Confira a relação da Copa América com o Brasil, o histórico e detalhes da edição deste ano, na qual a seleção terá que se virar sem Neymar, cortado do torneio. Catar e Japão participam como convidados
O nome dele era Gabriel Diniz O nome dele era Gabriel Diniz
José Gabriel de Souza Diniz, o Gabriel Diniz, ou simplesmente GD como os fãs o chamavam, morreu precocemente, aos 28 anos, em um acidente com um pequeno avião no litoral sul de Sergipe ocorrido na segunda-feira, 27 de maio de 2019.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM