Jornal do Commercio
CAMPEONATO PERNAMBUCANO

Santa faz 2x1 no Porto e larga na frente

Com o resultado, Santa pode atér perder por 1x0 que, mesmo assim, estará na final

Publicado em 24/04/2011, às 20h54

Jogadores do Santa comemoram gol de Renatinho, o segundo do Tricolor / Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
Jogadores do Santa comemoram gol de Renatinho, o segundo do Tricolor
Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
Elias Roma Neto
Pedro Romero

CARUARU – Um começo arrasador foi tudo o que o Santa Cruz precisou para vencer o Porto, por 2x1, na tarde deste domingo (24), no Estádio Luiz Lacerda, em Caruaru, pela partida de ida das semifinais do Pernambucano. O tricolor do Recife marcou os dois gols nos primeiros três minutos de jogo – com Thiago Matias e Renatinho – enquanto o tricolor do Agreste descontou na segunda etapa com Paulista, que ampliou a sua artilharia do Estadual, agora com 14 gols. Assim, para a volta em 2 de maio, no Arruda, os corais jogam até por uma derrota por 1x0. Já o Gavião precisa vencer por 2x0 ou por um gol de diferença a partir de 3x2 – o 2x1 leva a disputa para os pênaltis.

Os torcedores do Santa, muitos em caravanas do Recife e de outras cidades, ainda se acomodavam nas arquibancadas do Lacerdão quando aos 48 segundos já começavam a festejar. Após escanteio de Weslley, a bola foi rebatida pela zaga, Memo cabeceou de volta para a área e ela parou no pé de Thiago Matias, que chutou, meio sem jeito, para vencer Mondragon.

Abatido, o Porto acabou levando o segundo em um contra-ataque mortal, aos 3. Weslley lançou Landu, que utilizou sua especialidade, o cruzamento. A zaga cortou antes que ela chegasse a Gilberto, mas Renatinho chegou com tudo, finalizando por baixo de Mondragon e fazendo o 2x0.

O terceiro tento coral quase saiu aos 10, quando Landu cruzou da direita, e Gilberto tocou voltando para Renatinho. O ala chutou, e o goleiro defendeu. No rebote, o artilheiro também tentou para nova defesa de Mondragon.

A chance de ouro do Gavião saiu aos 18, quando Naldinho recebeu em condição legal na frente de Tiago Cardoso. O volante, no entanto, bateu para fora.

Para a segunda etapa, Éverton Sena – que havia feito marcação individual em Paulista e depois em Thiago Laranjeira – foi substituído por André Oliveira. Os corais não mantiveram o mesmo nível e deram muito espaço. Aos 12, Paulista teve sua primeira chance, pela esquerda, e Tiago Cardoso defendeu. Logo na sequência, aos 15, o Porto fez boa triangulação entre Laranjeira, Douglas e Paulista, que acabou marcando o seu 14º tento no Estadual.


Galeria de imagens

Legenda
Anteriores
Próximas




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Reencontros Reencontros
A menina que salvou os livros numa enchente, o garoto que venceu a raiva humana, o médico que superou a pobreza, os albinos de Olinda e o goleiro de uma só perna foram personagens do projeto Reencontros, publicado em todas as plataformas do SJCC
Especial Nova Rotação Especial Nova Rotação
As cidades estão entrando em colapso. Refletem o resultado da mobilidade urbana convencional, um mal incorporado à sociedade e de difícil enfrentamento.Mas o momento de inverter essa lógica é agora. Criar uma nova rotação para as cidades, para as pessoas
JC Recall de Marcas 2019 JC Recall de Marcas 2019
Pitú e Vitarella são as marcas mais lembradas pelo consumidor pernambucano, de acordo com a edição 2019 do Prêmio JC Recall de Marcas. O ranking foi feito a partir de levantamento do Harrop Pesquisa para o Jornal do Commercio.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM