Jornal do Commercio
Santa Cruz

Luciano Sorriso pede desculpas a Martinez

Volante tricolor diz que não teve intenção de machucar atleta do Náutico

Publicado em 23/04/2013, às 19h28

Do JC Online

O volante Luciano Sorriso, do Santa Cruz, na entrevista coletiva, na tarde desta terça-feira (23/4), no Arruda, pediu desculpas publicamente ao volante Martinez, do Náutico. No clássico de domingo (21), o atleta tricolor atingiu o adversário de forma dura ainda no primeiro tempo. O jogador alvirrubro não voltou para o segundo tempo. O time coral venceu por 1x0 e joga pelo empate, nos Aflitos, domingo (28), para chegar as finais do Campeonato Pernambucano.

"Pedi 200 perdões para ele (Martinez) durante o jogo. Não houve da minha parte a intenção de machucá-lo. Por isso, peço desculpas novamente", disse.

Durante a entrevista, Sorriso garantiu que foi um lance em que atingiu primeiro a bola. No entanto, também acertou o adversário e deixou as marcas da chuteira na canela do jogador alvirrubro. "Espero que ele se recupere e fique em condições de jogar o clássico de domingo", acrescentou.

Para o segundo jogo, Luciano Sorriso não encontra problema relacionado ao lance. "Vou jogar normalmente. Quem me conhece sabe que não sou desleal. Vai ser outro grande clássico e vamos nos preparar para confirmar a nossa ida para as finais."

Já o meia Natan realizou exame de imagem na coxa esquerda. O resultado não foi divulgado, o que deve ocorrer nesta quarta-feira (24). O jogador, porém, está fora do clássico decisivo diante do Náutico.





Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Sozinhas nasce uma mãe Sozinhas nasce uma mãe
Uma palavra se repete na vida dela: sozinha. Porque estava sozinha na gravidez. Sozinha na hora do parto. Sozinha nas primeiras noites de choro. Sozinha nos primeiros passos. Sozinha no registro civil. O JC conta histórias de luta das mães sozinhas
Segunda chance - Caminhos para ressocializar Segunda chance - Caminhos para ressocializar
Eles saem das prisões, mas as prisões não saem deles. Perseguem-nos até o final de suas vidas. Como uma condenação perpétua. Pena. Eles lamentam. Mas precisam seguir. E neste difícil caminho da ressocialização, o trabalho é uma espécie de absolvição.
Papai Noel o ano inteiro Papai Noel o ano inteiro
As luzes na cidade anunciam que o Natal já chegou. É nesta época do ano que o espírito natalino faz aflorar alguns dos sentimentos mais nobres. Agora iremos contar histórias de pessoas, organizações e empresas que fizeram da solidariedade missão de vida

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM