Jornal do Commercio
ESTADUAL

Ricardo Ernesto comemora vitória do Santa Cruz e já projeta clássico

Goleiro ressaltou a importância dos três pontos para dar tranquilidade ao elenco tricolor

Publicado em 14/02/2018, às 22h12

Ricardo Ernesto pediu a presença da torcida do Santa Cruz no clássico contra o Náutico / Rodrigo Baltar/Santa Cruz
Ricardo Ernesto pediu a presença da torcida do Santa Cruz no clássico contra o Náutico
Rodrigo Baltar/Santa Cruz
JC Online

Foi sofrido, mas o Santa Cruz conquistou a sua primeira vitória no Campeonato Pernambucano de 2018. O gol do zagueiro Augusto Silva garantiu a vitória do Tricolor do Arruda por 1x0, contra o Afogados, no estádio Vianão, em Afogados da Ingazeira, nesta quarta-feira. Na saída de campo, lamentações da Coruja do Sertão e comemoração dos corais pela conquista dos três pontos.

"Qualquer vitória é importante, mesmo sofrendo pressão. Sabemos das dificuldades em jogar aqui. É o segundo jogo que a gente consegue terminar sem sofrer gols (venceu o Treze por 3x0 pela Copa do Nordeste na semana passada). Isso mostra que estamos evoluindo. Isso é importante. São vitórias que deixam o ambiente legal", disse o goleiro Ricardo Ernesto. O arqueiro assumiu a vaga deixada por Tiago Machowski, vetado pelo departamento médico tricolor.



Já o atacante Lenilson, do Afogados, lamentou a derrota no placar. O jogador se queixou por conta das chances criadas pelos donos da casa na partida, que não foram poucas, principalmente no segundo tempo. Esse foi o segundo revés da equipe no Estadual, que está em 6º, com seis pontos. "A gente estava em cima dos caras, mas Deus não quis que vencêssemos", justificou.

TORCIDA

Os corais já começaram a pensar no duelo do próximo sábado, contra o Náutico, no Arruda, pelo Estadual outra vez. Ricardo tratou de pedir o apoio dos tricolores no Clássico das Emoções. "A gente conta com o apoio de todos para que possamos fazer um grande jogo lá (no Arruda)".


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

BRT: E agora? BRT: E agora?
Ele está ferido, sofrido. Esquecido. E sem perspectivas de melhoria. Tem sobrevivido como é possível e, apenas pontualmente, esboça reações positivas. O sistema BRT, Bus Rapid Transit, tem sofrido de inanição em todo o País. E poderá se perder.
Especial educação Especial educação
E se você descobrisse que o futuro ligado às tendências que irão norteá-lo já chegou? O mundo hoje é um mar de oportunidades, para conhecimento, informação e inovação. Cada vez mais o profissional precisa evoluir. Por isso veja o caminho a seguir
A revolução da ciclomobilidade: o exemplo de Fortaleza A revolução da ciclomobilidade: o exemplo de Fortaleza
A capital cearense, diferentemente da pernambucana – embora nordestina também – deu um salto na infraestrutura viária voltada para as bicicletas. A cidade está repleta de ciclofaixas. Por toda parte. E a grande maioria conectada

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM