Jornal do Commercio
NOVO COMANDO

Roberto Fernandes é o novo técnico do Santa Cruz para a Série C

Treinador confirmou o acerto

Publicado em 23/05/2018, às 16h09

Roberto Fernandes treinou o Náutico em 2018 / Diego Nigro/JC Imagem
Roberto Fernandes treinou o Náutico em 2018
Diego Nigro/JC Imagem
Matheus Cunha
Twitter: @matheuscunha08

Roberto Fernandes é o novo técnico do Santa Cruz para o restante da Série C do Brasileirão. A informação foi dada em primeira mão pelo repórter Leonardo Boris, da Rádio Jornal, nesta quarta-feira (23/05). Procurado pela reportagem do JC, o treinador não cravou o acerto, mas disse que faltam pequenos detalhes. Momentos depois, o clube coral o anunciou de maneira oficial.

"Está se desenhando muito bem. Faltam poucos detalhes", resumiu o treinador, enquanto entrava num voo.

O técnico Roberto Fernandes é natural do Recife e tem 47 anos. Assumidamente torcedor do Náutico, ele comandou o Timbu até o início de maio, quando foi demitido após três derrotas seguidas na Série C do Brasileirão. Conquistou o Campeonato Pernambucano deste ano, tirando o clube alvirrubro de um jejum de quase 14 anos sem títulos.

 Segundo Jomar Rocha, diretor de futebol do Santa Cruz, a contratação de Roberto Fernandes está dentro do planejamento financeiro do clube. E que a sua ligação com o Náutico não irá interferir no seu trabalho no Arruda.



"A contratação de Roberto Fernandes está dentro do orçamento financeiro do Santa Cruz. Não podemos extrapolar o nosso limite. A ligação entre Roberto e Náutico não vai atrapalhar o trabalho do técnico no Santa Cruz. Ele chega ao Arruda nesta quinta-feira (24) com um assistente técnico", afirmou.

Além do Timbu, Fernandes passou ainda por equipes como Confiança, Bangu, Paraná, América-RN e ABC. Ele estava desde agosto no Náutico, aonde fez 52 jogos, com 20 vitórias, 14 empates e 18 derrotas. Resultando num aproveitamento de 47,4% dos pontos.


Palavras-chave


Comentários

Por osvaldo,24/05/2018

ese nei vai da certo e bom

Por osavaldo ,24/05/2018

vai santa

Por osvaldo jose,24/05/2018

vai santa

Por AMAURI PEREIRA DE OLIVEIRA,24/05/2018

Eu como tricolor de coração, eu vou à jogos desde o tempo de Zito, Mirobaldo, Fernando Santana, Cuíca, Ramon etc. Essa diretoria só faz contratações de jogadores de série D, por onde andam José Nivaldo Junior, Rodolfo Aguiar, José Nivaldo de Castro. O meu Santa já contratou jogadores como: Wilson Tadeu, Wendel, Paranhos, Mazinho, Pio, Valdir Peres, até o argentino Mancuso, e hoje jogadores que não jogava nem no expressinho do Pina.

Por JOSE CARLOS,24/05/2018

VEJO COM PREOCUPAÇÃO AS LIMITAÇÕES IMPOSTAS AO NOSSO ESTADO, NO ÂMBITO DO DESPORTO, SE NÃO VEJAMOS, OS ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE, PARAÍBA E CEARA ESTÃO A FRENTE DE NOS, CONSEGUEM MONTAR TIMES MELHORES QUE OS NOSSOS A VÁRIOS ANOS , NAS OUTRAS SERIE NÃO CONSEGUIMOS NADA , E ESTAMOS PRESTES A PASSAR UM VEXAME NA SERREIE C , É A OLHOS VISTOS AS LIMITAÇÕES DO POPOTE SÃO REAIS, ENTÃO SENHORES ESTAMOS CAINDO EM UM ABISMO MUITO GRANDE E NÃO VEJO SAÍDA , E NEM É FETO NADA DE NOVO, ACHO QUE ESTA NA HORA DA NOSSA FEDERAÇÃO AJUDAR AOS CLUBES PARA SAIRMOS DESTA , POR EXEMPLO VEJAM A QUANTIDADE DE PATROCÍNIOS DOS CLUBES DESTE ESTADOS, SÃO BEM MAIORES QUE OS NOSSO, AS INSTITUIÇÕES ESTÃO SANGRANDO SENHORES , ISTO ESTA LEVANDO A INSTIÇÃO



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Papai Noel o ano inteiro Papai Noel o ano inteiro
As luzes na cidade anunciam que o Natal já chegou. É nesta época do ano que o espírito natalino faz aflorar alguns dos sentimentos mais nobres. Agora iremos contar histórias de pessoas, organizações e empresas que fizeram da solidariedade missão de vida
Vida fit todo dia Vida fit todo dia
Apesar de a abertura do Verão no Brasil só acontecer em dezembro, no Nordeste há uma antecipação da data. Por esse motivo, que tal aproveitar esses meses de energia para cultivar bons hábitos e mudar o estilo de vida? Veja várias dicas de como se cuidar
BRT: E agora? BRT: E agora?
Ele está ferido, sofrido. Esquecido. E sem perspectivas de melhoria. Tem sobrevivido como é possível e, apenas pontualmente, esboça reações positivas. O sistema BRT, Bus Rapid Transit, tem sofrido de inanição em todo o País. E poderá se perder.

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM