Jornal do Commercio
Arruda

'Saí e voltei pela porta da frente'', disse preparador físico do Santa Cruz

Jaílton Cintra foi desligado do Santa Cruz e depois recontratado para assumir o departamento físico

Publicado em 23/10/2018, às 18h42

Jaílton Cintra esteve no Santa Cruz nos últimos cinco anos / Foto: Felipe Amorim/JC
Jaílton Cintra esteve no Santa Cruz nos últimos cinco anos
Foto: Felipe Amorim/JC
Davi Saboya
Twitter: @davisaboya

Recontratado, o preparador físico Jaílton Cintra revelou que não existiu problema para acertar a volta ao Santa Cruz. Ele tinha sido demitido e retornou ao Santa Cruz depois da ida de Flávio Trevisan para o Al Faisaly, da Arábia Saudita. A diferença, agora, é que Jaílton irá comandar o departamento. Em onze anos no Arruda, ele variou entre chefe do setor e membro da comissão permanente da Cobra Coral.  

"Eles tinham escolhido permanecer com o Trevisan, mas depois da ida dele para Arábia, me chamaram para conversar e chegamos a um denominador comum", afirmou o preparador físico. 



PASSADO

Jaílton esteve envolvido polêmica após ser desligado do Santa Cruz. Em entrevista à Rádio Transamérica, ele se mostrou indignado com a proposta de rescisão do clube, pois foi oferecido apenas 50% do que tinha direito dividido em 60 meses. No entanto, Cintra garantiu que são "águas passadas".    

"Saí e voltei pela porta da frente. Vamos novamente comandar o departamento físico. Tenho muitas amizades no Santa Cruz", disse em entrevista exclusiva ao Jornal do Commercio


Palavras-chave




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Especial Tempo de Férias Especial Tempo de Férias
O tempo das férias finalmente chegou e com ele os vários planos sobre o que fazer no período livre. O JC traz algumas dicas de como otimizar o período para voltar renovado do merecido descanso.
Copa América no Brasil Copa América no Brasil
Confira a relação da Copa América com o Brasil, o histórico e detalhes da edição deste ano, na qual a seleção terá que se virar sem Neymar, cortado do torneio. Catar e Japão participam como convidados
O nome dele era Gabriel Diniz O nome dele era Gabriel Diniz
José Gabriel de Souza Diniz, o Gabriel Diniz, ou simplesmente GD como os fãs o chamavam, morreu precocemente, aos 28 anos, em um acidente com um pequeno avião no litoral sul de Sergipe ocorrido na segunda-feira, 27 de maio de 2019.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM