Jornal do Commercio
SANTA CRUZ

Santa Cruz anuncia Luciano Sorriso como novo executivo de futebol

Sorriso fará o seu primeiro trabalho com gestão no futebol, nove meses após parar de jogar

Publicado em 05/11/2018, às 12h35

Luciano Sorriso conquistou o Pernambucano e a Série C pelo Santa Cruz, em 2013 / Foto: JC Imagem
Luciano Sorriso conquistou o Pernambucano e a Série C pelo Santa Cruz, em 2013
Foto: JC Imagem
Diego Borges
Twitter: @DiBorges9

Luciano Pazzini Prado é o novo gestor executivo de futebol do Santa Cruz. A princípio, o nome do paulista de 35 anos, natural de Guaratinguetá, pode soar estranho aos ouvidos do torcedor tricolor, mas o apelido de 'Sorriso', que carregou durante os 22 anos como atleta profissional, logo acaba com as dúvidas. Em seu primeiro trabalho como gestor de futebol, oito meses após pendurar as chuteiras, Luciano Sorriso será o encarregado de montar e gerir o elenco de atletas da temporada 2019, além de construir um planejamento a longo prazo no clube.

"O torcedor pode ter certeza de muita dedicação. Seria muio fácil falar e dizer que vai fazer algo, mas o trabalho será feito dia após dia. Se for necessário, até durante 24h para fazer o Santa Cruz vencer e o torcedor estar feliz", promete o executivo do clube, antes de apontar os objetivos do trabalho. "Minimizar erros, fazer com que as coisas se profissionalizem e tentar dar um rumo diferente ao que teve em 2018 no clube. Alguns aspectos foram bons, mas tem muito o que melhorar. Fazer o Santa Cruz se profissionalizar cada vez mais. Vou me dedicar ao máximo para que isso aconteça."

Como jogador, foram duas temporadas vestindo a camisa coral, no total de 71 jogos e oito gols marcados. Em 2013, o ano mais vitorioso, ajudou a conquistar o Tricampeonato Pernambucano e o acesso de volta à Série B, com direito ao título da Terceira Divisão, sendo titular por grande parte dos jogos. No ano seguinte, porém, apesar de seguir como titular, deixou o clube logo no início da Série B. Passagem que provoca boas memórias.

"Minha relação com o Santa Cruz nunca deixou de existir. A partir do momento em que saí do Santa Cruz, pelo carinho e as conquistas que tive, vez ou outra falava com Tininho, Jomar e funcionários do clube. Sempre mantive contato pela relação como jogador", afirma.



Aposentado dos gramados desde março, onde encerrou as atividades pela Portuguesa-SP, Luciano Sorriso revelou que já havia um desejo mútuo pela parceria. "Eles (direção) já sabiam que eu vinha me preparando para o que aconteceria com a minha carreira. Fiquei surpreso com o convite de imediato para 2019. Havia uma possibilidade de exercer o cargo no futuro e a gente até brincava com isso. Eles diziam 'se prepara que a história no Santa Cruz ainda não acabou'. Tinha certeza que a minha volta um dia iria acontecer, mas confesso que foi antes do que esperava."

Apesar de partir para a sua primeira experiência do lado executivo do futebol, Sorriso se diz preparado, com base em cursos e na experiência que carrega como jogador. "Me sinto preparado para encarar essa grande batalha. Entrei na faculdade e sigo fazendo vários cursos de gestão da CBF e da Universidade do Futebol. Tentando ter a teoria do que já tenho 22 anos de prática. Não tinha certeza que seria no Santa Cruz, mas era um sonho que acontecesse. Muito feliz com esse início de uma nova função dentro do futebol, onde eu nunca quis sair", destacou.

LESTON JÚNIOR APROVADO

Parte do sucesso de um trabalho de gestão de elenco no futebol passa pela relação entre a diretoria executiva e a comissão técnica. E de acordo com Luciano Sorriso, a interação com o técnico Leston Júnior não será problema. "Tenho certeza que posso ajudar. O próprio professor, eu já tive outros contatos com ele e tentou me contratar duas vezes como jogador. Tenho afinidade. Jogamos conta várias vezes", afirma o executivo, que dá o aval para a contratação. "Superaprovado o nome. De total confiança. Vou precisar da ajuda dele, de toda diretoria e dos atletas."





Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Especial Tempo de Férias Especial Tempo de Férias
O tempo das férias finalmente chegou e com ele os vários planos sobre o que fazer no período livre. O JC traz algumas dicas de como otimizar o período para voltar renovado do merecido descanso.
Copa América no Brasil Copa América no Brasil
Confira a relação da Copa América com o Brasil, o histórico e detalhes da edição deste ano, na qual a seleção terá que se virar sem Neymar, cortado do torneio. Catar e Japão participam como convidados
O nome dele era Gabriel Diniz O nome dele era Gabriel Diniz
José Gabriel de Souza Diniz, o Gabriel Diniz, ou simplesmente GD como os fãs o chamavam, morreu precocemente, aos 28 anos, em um acidente com um pequeno avião no litoral sul de Sergipe ocorrido na segunda-feira, 27 de maio de 2019.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM