Jornal do Commercio
Arruda

Presidente do Santa Cruz confirma saída de vice de futebol por motivos pessoais

O executivo Luciano Sorriso será o comandante do departamento de futebol do Santa Cruz

Publicado em 08/11/2018, às 16h36

Presidente Constantino Júnior ao lado do executivo de futebol Luciano Sorriso / Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
Presidente Constantino Júnior ao lado do executivo de futebol Luciano Sorriso
Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
Davi Saboya
Twitter: @davisaboya

O presidente Constantino Júnior revelou em entrevista coletiva, nesta quinta-feira, a saída do vice-presidente de futebol Felipe Rego Barros. Ele explicou que o ex-comandante do departamento precisou deixar o cargo por conta da incompatibilidade com as obrigações profissionais. Com isso, o "carro-chefe" do clube será dirigido pelo executivo Luciano Sorriso, que terá um status de "superministro" no Santa Cruz.

"Com a chegada do Luciano (Sorriso), ele vai assumir o futebol. Felipe Rego Barros carregou durante todo esse período, mas já tinha dito que precisava voltar a se dedicar aos compromissos pessoais. Sei que ele deixou as portas abertas, se mostrou um líder e um cara com aceitação total, mas tem questões inadiáveis. Entendo porque não é fácil se dedicar integralmente ao Santa Cruz", declarou o presidente. 



Procurando pelo JC, Felipe Rego Barros reiterou o discurso do presidente coral e disse que já tinha pedido para deixar o clube após o fim da Série C do Campeonato Brasileiro. "O presidente me pediu para esperar as reformas administrativas e estruturação do futebol. Desde o começo falei que iria apenas até o fim da temporada", afirmou. 

ESTRUTURA

A saída do ex-vice-presidente de futebol pegou todos de surpresa. Após a chegada de Luciano Sorriso, a expectativa é que a estruturação do futebol estivesse definida. Diante da inexperiência do novo executivo de futebol, o presidente Constantino Júnior deve auxiliar ainda mais o departamento. O desligamento de Rego Barros levantou a hipótese de divergência com o mandatário, mas que foi prontamente negada por ambas as partes. 


Galeria de imagens

Legenda
Anteriores
Próximas


Palavras-chave




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

JC 100 anos JC 100 anos
Para marcar os 100 anos de fundação, o JC publica este especial com um panorama do que se passou neste período em que o jornal retratou o mundo, com projeções de especialistas sobre o que vem por aí e com os bastidores da Redação do Jornal do Commercio
Sozinha nasce uma mãe Sozinha nasce uma mãe
Uma palavra se repete na vida dela: sozinha. Porque estava sozinha na gravidez. Sozinha na hora do parto. Sozinha nas primeiras noites de choro. Sozinha nos primeiros passos. Sozinha no registro civil. O JC conta histórias de luta das mães sozinhas
Segunda chance - Caminhos para ressocializar Segunda chance - Caminhos para ressocializar
Eles saem das prisões, mas as prisões não saem deles. Perseguem-nos até o final de suas vidas. Como uma condenação perpétua. Pena. Eles lamentam. Mas precisam seguir. E neste difícil caminho da ressocialização, o trabalho é uma espécie de absolvição.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM