Jornal do Commercio
Arruda

Sorriso diz que foco do trabalho no Santa Cruz será ''planejamento e contratações''

Santa Cruz apresentou o ex-jogador Luciano Sorriso como novo executivo de futebol

Publicado em 08/11/2018, às 14h02

Luciano Sorriso vestiu a camisa do Santa Cruz em 2013 e 2014 como jogador / Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
Luciano Sorriso vestiu a camisa do Santa Cruz em 2013 e 2014 como jogador
Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
Davi Saboya
Twitter: @davisaboya

Nas primeiras palavras como executivo de futebol do Santa Cruz, Luciano Sorriso deixou claro que o foco do trabalho será na gestão do departamento e prospecção de atletas. Ele será o principal e único responsável, além do presidente Constantino Júnior. Aos 35 anos, o novo diretor remunerado coral foi apresentado oficialmente, nesta quinta-feira, no Arruda. Sorriso garantiu que, apesar de ser ex-jogador, irá apenas contribuir com o técnico Leston Júnior sobre as definições. 

"O foco principal do meu trabalho será planejamento e contratações. O que prezo muito é colocar as pessoas nos seus lugares respeitando a hierarquia. Fazer sim, esse elo entre diretoria, jogadores e comissão técnica. Buscar excelência no Santa Cruz com cada um respeitando as suas funções. A parte técnica ficará com o Leston (Júnior), mas darei um suporte", afirmou o executivo. 

Sorriso rebateu as críticas que questionavam o fato dele não ter experiência como dirigente. Ele pontuou que não se considera inexperiente no ramo. A justificativa é que já precisava atuar gerindo pessoas quando estava dentro do campo ao lados dos ex-companheiros. 



"Conhecimento e leitura. Cada atleta tem. Isso todos os treinadores com quem trabalhei destacaram que eu tinha essa capacidade de observar, além da liderança e conquista da confiança", destacou. "Geria elenco de uma forma mínima procurando ter esse contato dentro e fora do campo com comissão e diretoria. Assim consegue ganhar uma credibilidade", completou.

REFORÇOS

O novo executivo coral garantiu que mesmo sem experiência pode contribuir muito na contratação de novos jogadores. "Nos últimos anos, tenho falado, me aproximado de muitos atletas que podemos trazer para cá. Isso nomes que confiam em mim e não iriam acertar se não fosse comigo", finalizou Luciano Sorriso.


Galeria de imagens

Legenda
Anteriores
Próximas


Palavras-chave

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

JC 100 anos JC 100 anos
Para marcar os 100 anos de fundação, o JC publica este especial com um panorama do que se passou neste período em que o jornal retratou o mundo, com projeções de especialistas sobre o que vem por aí e com os bastidores da Redação do Jornal do Commercio
Sozinha nasce uma mãe Sozinha nasce uma mãe
Uma palavra se repete na vida dela: sozinha. Porque estava sozinha na gravidez. Sozinha na hora do parto. Sozinha nas primeiras noites de choro. Sozinha nos primeiros passos. Sozinha no registro civil. O JC conta histórias de luta das mães sozinhas
Segunda chance - Caminhos para ressocializar Segunda chance - Caminhos para ressocializar
Eles saem das prisões, mas as prisões não saem deles. Perseguem-nos até o final de suas vidas. Como uma condenação perpétua. Pena. Eles lamentam. Mas precisam seguir. E neste difícil caminho da ressocialização, o trabalho é uma espécie de absolvição.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM