Jornal do Commercio
Notícia
série c

Luciano Sorriso afirma que empate do Santa Cruz é ''inaceitável''

O Tricolor conseguiu o 3x3 com o Globo-RN nos últimos segundos de partida

Publicado em 17/06/2019, às 22h26

Luciano Sorriso não ficou feliz com o resultado. / Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
Luciano Sorriso não ficou feliz com o resultado.
Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
Karoline Albuquerque
Do Blog do Torcedor

O empate do Santa Cruz com o Globo-RN, na noite desta segunda-feira (17), em Ceará-Mirim, foi um pouco amargo para o executivo de futebol coral Luciano Sorriso. O tricolor admitiu que o 3x3, conquistado nos últimos segundos, foi heroico, mas "perder" dois pontos em um jogo controlado é "inadmíssivel."

Antes da entrevista, o executivo pediu para "respirar", segundo ele para "não falar coisa que não devo". Assim, apesar da leitura, Sorriso disse que tentaria parabenizar o grupo. "Eu nunca estive tão bravo com um empate. Inaceitável, inadmissível. Empate heroico, no último momento, como foi. Mas não podemos, onde queremos chegar, onde merece estar por tudo que tem feito, inadmissível um resultado como esse. Por tudo que aconteceu, de parabéns, mas o jogo desde o primeiro minuto na nossa mão", analisou.

Ainda na opinião do diretor, era possível fazer mais em campo, em um jogo que seria para somar três pontos. O Santa Cruz, dentro do G4, perdeu uma posição e caiu para o 3º lugar, com 13 pontos somados. O Globo está bem perto da zona de rebaixamento, afora com 8 pontos. E, dos gols do time potiguar, Sorriso destacou apenas o terceiro, de falta.



"Nós temos um levantamento pelos nossos analistas, comissão técnica, que todos gols do Santa Cruz - só esse de falta que foi dom do bateador - fomos nós que proporcionamos, erros básicos. Milton pontuou isso no intervalo, preleção e com certeza vai pontuar de novo. Ele alertou", destacou o executivo.

Como atleta, Luciano Sorriso já disputou o Campeonato Brasileiro da Série C e ele alerta: é uma competição traiçoeira. Por isso é preciso sempre alertar os atletas a aproveitar jogos como esse fora de casa, em que a torcida tricolor era maior do que os da casa no estádio Barretão. O objetivo é ficar em 1º lugar do Grupo A.

"A gente é protagonista na competição. Queremos ir longe, queremos a 1ª colocação o quanto antes. O início não foi bom, tem crescido, tem que deixar os tropeços passar para que crie corpo para que no momento certo não vacile e perca pontos. Espero que as coisas continuem mudando. Milton (Mendes) chegou e tem feito coisas. Vamos alertar, mas eu. e acho que todos eles. gostaria dos três pontos", concluiu.





Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Especial Tempo de Férias Especial Tempo de Férias
O tempo das férias finalmente chegou e com ele os vários planos sobre o que fazer no período livre. O JC traz algumas dicas de como otimizar o período para voltar renovado do merecido descanso.
Copa América no Brasil Copa América no Brasil
Confira a relação da Copa América com o Brasil, o histórico e detalhes da edição deste ano, na qual a seleção terá que se virar sem Neymar, cortado do torneio. Catar e Japão participam como convidados
O nome dele era Gabriel Diniz O nome dele era Gabriel Diniz
José Gabriel de Souza Diniz, o Gabriel Diniz, ou simplesmente GD como os fãs o chamavam, morreu precocemente, aos 28 anos, em um acidente com um pequeno avião no litoral sul de Sergipe ocorrido na segunda-feira, 27 de maio de 2019.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM