Jornal do Commercio
Notícia
Cobra Coral

Meia do Santa Cruz sobre clássico: ''Quem errar menos vai ganhar''

Everton é titular no pelotão de frente do Santa Cruz sob o comando do técnico Milton Mendes

Publicado em 20/06/2019, às 12h04

Everton tem jogado aberto no pelotão de frente do Santa Cruz / Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem
Everton tem jogado aberto no pelotão de frente do Santa Cruz
Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem
Davi Saboya
Twitter: @davisaboya

O meia Everton exaltou o equilíbrio do clássico entre Santa Cruz e Náutico marcado para este sábado pela Série C do Campeonato Brasileiro. Ele frisou que acredita que o quarto confronto entre as equipes na temporada será definido nos "detalhes". Até o momento, os rivais se encontraram três vezes neste ano e empataram em todas as oportunidades.

"A comissão técnica tem nos passado todos os detalhes do Náutico. É um clássico e quem errar menos vai ganhar. Estamos treinando para fazer isso e sábado realizar uma grande partida", afirmou.



Questionado sobre o gramado do Arruda para o clássico, Everton minimizou as críticas e ressaltou que o José do Rego Maciel é a casa do Santa Cruz. "É o nosso campo. Gramado que treinamos e que temos no momento. Agora é focar 100% no jogo e tentar minimizar os erros", disse.

ARTILHEIRO

O meia destacou a boa fase de Pipico e salientou que os companheiros estão fazendo corretamente em ajudar o camisa nove a balançar as redes. "Tem sido e vai continuar sendo o nosso goleador. Para nós que estamos perto lá na frente, é melhor realizar a assistência. Só que quando surgir uma chance é importante marcar. Espero que ele siga balançando as redes", finalizou Everton.


Palavras-chave




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Especial Tempo de Férias Especial Tempo de Férias
O tempo das férias finalmente chegou e com ele os vários planos sobre o que fazer no período livre. O JC traz algumas dicas de como otimizar o período para voltar renovado do merecido descanso.
Copa América no Brasil Copa América no Brasil
Confira a relação da Copa América com o Brasil, o histórico e detalhes da edição deste ano, na qual a seleção terá que se virar sem Neymar, cortado do torneio. Catar e Japão participam como convidados
O nome dele era Gabriel Diniz O nome dele era Gabriel Diniz
José Gabriel de Souza Diniz, o Gabriel Diniz, ou simplesmente GD como os fãs o chamavam, morreu precocemente, aos 28 anos, em um acidente com um pequeno avião no litoral sul de Sergipe ocorrido na segunda-feira, 27 de maio de 2019.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM