Jornal do Commercio
Notícia
Pressão

Pipico pede desculpas ao torcedor do Santa Cruz pela sequência sem vitória

Atacante deu a declaração logo após o empate em 1 a 1 do Santa Cruz contra o Botafogo-PB

Publicado em 14/07/2019, às 21h15

''A gente pede desculpa ao torcedor'', disse o atacante Pipico.  / Brenda Alcântara/ JC Imagem
''A gente pede desculpa ao torcedor'', disse o atacante Pipico.
Brenda Alcântara/ JC Imagem
Robert Sarmento
Twitter: @robert_sarmento

Mesmo tendo evitado mais uma derrota jogando no Arruda, no último lance, ao empatar em 1 a 1 com o Botafogo-PB, o Santa Cruz convive com a pressão do torcedor, pois já acumula três partidas sem vitórias. Diante das vaias e protestos na saída de campo, os jogadores corais vão precisar reverter a situação, em duas partidas fora de casa, para ter novamente o apoio do torcedor. O desafio de pontuar como visitante será diante do Sampaio Corrêa, na quinta-feira (18), e do ABC-RN, no dia 27 de julho.

"A gente pede desculpa ao torcedor (pelos resultados ruins). Estão apoiando e incentivando o tempo todo. Agora vamos levantar a cabeça e vencer os dois jogos fora de casa", acredita Pipico.

Apesar das sequência ruim, o volante Charles, autor do gol de empate, em uma cobrança de falta, foi contundente ao dizer que não está faltando empenho para conquistar a vitória. "Eu queria sair com a vitória. Infelizmente, a gente não conseguiu, mas não deixamos de lutar por um segundo. Vamos partir para a próxima (partida), que nosso objetivo é sempre os três pontos e não vamos parar até conseguir o acesso" , afirma o volante.



CONFIANÇA

De acordo com Charles, o resultado contra os paraibanos foi oriundo de um vacilo, que cedeu o contra-ataque, mas também demostrou empenho do grupo ao não desistir da partida até o último minuto. Restando seis jogos para o final da primeira fase, o volante tricolor endossa o discurso de empenho do elenco para obter os resultados e conseguir a classificação para o mata-mata da Série C.

"A gente fez uma grande partida, brigamos e disputamos todas as bolas, mas o futebol tem dessas coisas. Tiveram um contra-ataque e fizeram um gol. Eu acho que temos muito o que melhorar, mas nem tudo está errado. Temos muito para crescer na competição", concluiu Charles.

TABELA

Com 17 pontos, a Cobra Coral observou adversários próximos abrirem vantagem, como o Confiança (2º) e o Sampaio Corrêa (3º) - ambos possuem 21 pontos - e ainda foi ultrapassado pelo Imperatriz-MA, que entrou no G-4 do grupo A ao vencer o Treze-PB por 2 a 1. O Santa Cruz ainda pode perder uma posição, caso o Náutico vença o Ferroviário-CE, nesta segunda-feira (15).




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Irmã Dulce e as lições que se multiplicam Irmã Dulce e as lições que se multiplicam
A Santa Dulce dos Pobres deixou um legado enorme por todo o país, e não poderia ser diferente em Pernambuco. Veja exemplos de quem segue o "anjo bom da Bahia"
Jackson era grande demais para um pandeiro Jackson era grande demais para um pandeiro
Em pouco tempo, Jackson do Pandeiro deixou claro que não se tratava apenas de uma voz a mais no cenário artístico pernambucano. Confira especial sobre o artista
Especial Novo Clima Especial Novo Clima
O inverno não é mais o mesmo. E nem o verão. Os efeitos da crise climática alteraram a rotina de milhares de cidadãos das grandes cidades. O JC traz reportagens especiais desvendando o "novo clima"

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2020 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM