Jornal do Commercio
Notícia
Cobra Coral

Ataíde Macedo após saída do Santa Cruz: ''Gratidão''

O coordenador técnico Ataíde Macedo foi desligado do Santa Cruz no fim dessa quarta-feira

Publicado em 12/09/2019, às 08h14

Ataíde chegou ao Santa Cruz para integrar a comissão técnica em 2010 / Foto: Diego Nigro/Acervo JC Imagem
Ataíde chegou ao Santa Cruz para integrar a comissão técnica em 2010
Foto: Diego Nigro/Acervo JC Imagem
Davi Saboya
Twitter: @davisaboya

Ex-coordenador técnico do Santa Cruz, Ataíde Macedo frisou que irá guardar uma boa lembrança dos últimos nove anos na comissão técnica do clube. Em entrevista exclusiva ao Blog do Torcedor e Jornal do Commercio, ele ressaltou o trabalho feito no Tricolor do Arruda. O ex-jogador lembrou que o time coral estava sem divisão quando foi contratado no fim do ano de 2010 pelo então presidente Antônio Luiz Neto.

"Fica o sentimento de gratidão. Joguei por quatro anos no Santa Cruz e agora o que fica é o trabalho. Cheguei no clube quando estava sem divisão e ajudei a colocar na Série A. Infelizmente, depois ocorreram os rebaixamentos por conta de fatores que fugiram da minha alçada. Financeiros. Infelizmente, a minha imagem ficou agregada a isso. Eu fazia parte da comissão técnica. Não era Ataíde que contratava", afirmou.

Ataíde Macedo rebateu as críticas da torcida nos últimos anos e destacou as conquistas que obteve no Santa Cruz. "Nesses nove anos são cinco títulos pernambucanos, acessos, uma Copa do Nordeste, participação na Sul-Americana... O que trabalho fala por si. Não que o que questionar. O torcedor tricolor que me conhece, sabe qual é o meu caráter e que fiz o máximo pelo clube", disse.



FUNÇÃO

O ex-coordenador técnico do Santa Cruz explicou que não passava por ele a montagem do elenco profissional. Isso porque ele era um membro da comissão técnica. Inclusive, revelou sem entrar em detalhes que não concordou com algumas atitudes tomadas. Apesar do desligamento, comunicado no fim da noite dessa quarta-feira, Ataíde fez questão de frisar que agora será mais um torcedor da Cobra Coral.

"Existiram coisas que não era comigo. A parte executiva nunca coube a mim. Tinha coisas que não encaixavam com a minha visão de como devia ser feito futebol. Nos últimos anos, o clube contratou um executivo. Mas só se falava de Ataíde. Fico na torcida pelo reerguimento de um clube da grande do Santa Cruz e com uma enorme e apaixonada torcida", declarou Ataíde, que recentemente estava ligado ao time sub-23.

Palavras-chave




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Irmã Dulce e as lições que se multiplicam Irmã Dulce e as lições que se multiplicam
A Santa Dulce dos Pobres deixou um legado enorme por todo o país, e não poderia ser diferente em Pernambuco. Veja exemplos de quem segue o "anjo bom da Bahia"
Jackson era grande demais para um pandeiro Jackson era grande demais para um pandeiro
Em pouco tempo, Jackson do Pandeiro deixou claro que não se tratava apenas de uma voz a mais no cenário artístico pernambucano. Confira especial sobre o artista
Especial Novo Clima Especial Novo Clima
O inverno não é mais o mesmo. E nem o verão. Os efeitos da crise climática alteraram a rotina de milhares de cidadãos das grandes cidades. O JC traz reportagens especiais desvendando o "novo clima"

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2020 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM
'; status++; } } else { status = 0; document.getElementById("aovivo").style.display = "none"; } setTimeout(function() { aovivo(); }, 180000); })();