Jornal do Commercio
Notícia
Cobra Coral

Santa Cruz tem projeção do orçamento do futebol profissional para 2020

A diretoria do Santa Cruz trabalha com dois cenários para a próxima temporada

Publicado em 15/09/2019, às 08h07

O ano de 2020 será o último ano da gestão Constantino Júnior / Foto: Léo Mota/JC Imagem
O ano de 2020 será o último ano da gestão Constantino Júnior
Foto: Léo Mota/JC Imagem
Davi Saboya
Twitter: @davisaboya

O fracasso deste ano não é mais possível apagar. Agora, o Santa Cruz está buscando aproveitar os quatro meses de inatividade de uma forma positiva. Por isso, já começou planejamento para a próximo temporada. Tanto que o orçamento do futebol profissional do clube está pronto com duas projeções distintas: pessimista e otimista. Em entrevista ao Blog do Torcedor e Jornal do Commercio, o coordenador do núcleo de gestão, Roberto Freire, projetou o cenário para o ano de 2020.

Assim como nas temporadas anteriores, o Santa Cruz irá buscar novas receitas para tentar driblar o marasmo e escassez de mais um ano na Série C do Campeonato Brasileiro. Boas campanhas na Copa do Nordeste e Copa do Brasil podem turbinar os cofres corais com as cotas, principalmente o torneio nacional com premiações milionárias. Dessa maneira, o orçamento do “carro-chefe” para o ano que vem irá variar entre R$ 280 mil e R$ 550 mil.

Em ambos os cenários estão inclusos o time e a comissão técnica, que variam entre R$ 180 mil a R$ 400 mil e R$ 100 mil a R$ 150 mil, respectivamente. Valores que podem sofrer alterações, se surgirem novas receitas ou investidores.

“Falar em número de forma precisa agora é precipitado. O que temos no momento é uma provisão. Isso porque existem ações estratégias que não estão no orçamento. E que se tiverem êxito, podem aumentar o teto. Como toda empresa, trabalhamos com um cenário pessimista. Mesmo assim, as finanças estão organizadas”, afirmou o coordenador do núcleo gestor.

Apenas o meia Celsinho ainda não acertou a rescisão com o Santa Cruz. Porém, segundo Roberto Freire, o jogador está disposto a chegar em um acordo. Como as atividades acabaram no final de agosto, as partes buscam equalizar os salários de agosto e setembro, que estão abertos, além das verbas rescisórias, como por exemplo, férias e décimo terceiro.



“Quase todas as rescisões estão concluídas. Só resta Celsinho, que não chegamos a um acordo, mas já falei com ele, que está disposto a chegar em um denominador comum. Vamos cumprir todo o combinado com o elenco. É importante dizer que não existiu nenhum empecilho com ninguém para chegar na rescisão”, disse Roberto Freire, que tem coordenado o processo de reformulação do Tricolor do Arruda para o próximo ano.

REFORMULAÇÃO

O Santa Cruz começou nessa semana a remodelar o departamento de futebol. Além de membros do “staff” do setor, componentes da comissão técnica e direção estão sendo desligados. O primeiro a deixar o clube foi o coordenador técnico Ataíde Macedo, que estava há nove anos no Arruda, e também chegou a ocupar o cargo de auxiliar. O assessor de imprensa Jota Santana teve o mesmo destino.

Outra saída que deve ser oficializada em breve é do executivo de futebol Luciano Sorriso. O diretor remunerado foi contratado ainda no ano passado, mas não teve sucesso. De acordo com informações apurados pelo Blog do Torcedor e JC, ele não está mais no Recife e já se despediu de alguns funcionários.

RENOVAÇÃO

Na última sexta-feira, o Santa Cruz anunciou a permanência do atacante Pipico. O artilheiro coral renovou por mais uma temporada com o Tricolor do Arruda. Com o futuro definido, o centroavante irá terminar a recuperação da contusão na panturrilha esquerda e se preparar para mais um ano com a camisa coral. Após segurar o camisa nove, o foco da direção agora é a permanência do zagueiro Danny Morais.

Palavras-chave




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Reencontros Reencontros
A menina que salvou os livros numa enchente, o garoto que venceu a raiva humana, o médico que superou a pobreza, os albinos de Olinda e o goleiro de uma só perna foram personagens do projeto Reencontros, publicado em todas as plataformas do SJCC
Especial Nova Rotação Especial Nova Rotação
As cidades estão entrando em colapso. Refletem o resultado da mobilidade urbana convencional, um mal incorporado à sociedade e de difícil enfrentamento.Mas o momento de inverter essa lógica é agora. Criar uma nova rotação para as cidades, para as pessoas
JC Recall de Marcas 2019 JC Recall de Marcas 2019
Pitú e Vitarella são as marcas mais lembradas pelo consumidor pernambucano, de acordo com a edição 2019 do Prêmio JC Recall de Marcas. O ranking foi feito a partir de levantamento do Harrop Pesquisa para o Jornal do Commercio.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM