Jornal do Commercio
Notícia
Tricolor

Itamar Schulle fala em atraso para ter time ideal no Santa Cruz

Técnico coral falou que a montagem de elenco demorou para começar, mas ressaltou trabalho para chegar preparado na estreia do estadual

Publicado em 13/01/2020, às 10h10

Treinador destacou evolução dos atletas nos trabalhos / Foto:
Treinador destacou evolução dos atletas nos trabalhos
Foto:
Klisman Gama
Twitter: @KlismanGama

O Santa Cruz começou a pré-temporada no dia 10 de dezembro. Pouco mais de um mês até o começo do Campeonato Pernambucano. Ao todo, foram feitas 17 reforços, número relativamente alto, mas explicável pela reformulação do elenco. Mesmo assim, com poucos jogadores mantidos de 2019 para 2020, e três contratados já afastados do elenco por questões técnicas, o Tricolor chega no “cobertor curto” para semana de estreia na temporada. No último domingo, em atividade no CT Ninho das Cobras, o clube tinha menos de dois times completos para treinar. Nisso, o técnico Itamar Schulle teve que adaptar o trabalho diante desta condição. E pelo baixo número de atletas, o comandante avaliou a situação como fora do ideal, mas destacou o empenho para superar a adversidade.

"Eu sou bem sincero, veja que nós estamos iniciando um trabalho, nós assumimos o Santa Cruz com dois jogadores, o Pipico, o Danny Morais, jogadores do Sub-23 que estamos olhando e mais nada. Então, nós estamos muito atrasados no que se fala de ter uma equipe pronta. Estamos no número ideal? Não. Estamos buscando isso no dia a dia, no treino. A cada dia nós vamos acrescentando e melhorando. É de suma importância os dias que trabalhamos”, comentou.



Outro ponto que Schulle buscou elogiar foi a evolução física do elenco. Os jogadores têm apresentados resultados crescentes nesse quesito. Seguindo uma rotina de trabalhos intensos e longos  - por vezes duplo expediente e atividades durando mais de duas horas -, o técnico mira colocar os atletas do Santa Cruz na melhor condição física possível para a estreia no Campeonato Pernambucano, no próximo dia 18, diante do Petrolina, às 19h, no estádio do Arruda.

“Melhoramos a parte física de muitos, a parte muscular e, também, os jogos que fizemos contra o CSP-PB, os dois jogos, o jogo contra a AGAP, tudo isso nos ajuda a darmos ritmo a alguns atletas, a fazermos nossas avaliações e buscarmos o nosso melhor e chegarmos em um estágio bom. Mas isso, ainda, os jogos e a sequência de trabalho, com a vinda de mais algumas peças, isso vai fazer com que a equipe possa chegar nesse estágio", finalizou.




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Irmã Dulce e as lições que se multiplicam Irmã Dulce e as lições que se multiplicam
A Santa Dulce dos Pobres deixou um legado enorme por todo o país, e não poderia ser diferente em Pernambuco. Veja exemplos de quem segue o "anjo bom da Bahia"
Jackson era grande demais para um pandeiro Jackson era grande demais para um pandeiro
Em pouco tempo, Jackson do Pandeiro deixou claro que não se tratava apenas de uma voz a mais no cenário artístico pernambucano. Confira especial sobre o artista
Especial Novo Clima Especial Novo Clima
O inverno não é mais o mesmo. E nem o verão. Os efeitos da crise climática alteraram a rotina de milhares de cidadãos das grandes cidades. O JC traz reportagens especiais desvendando o "novo clima"

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2020 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM