Jornal do Commercio
Notícia
Tricolor

Lateral que colocou Santa Cruz na Justiça consegue rescisão contratual

Warley, cria da base coral, alegou atrasos no pagamento de salários e recolhimento de FGTS; Tricolor entrará com recurso

Publicado em 13/01/2020, às 12h11

Warley se destacou na disputa da Série C e também jogou a Série A pelo CSA / Foto: Filipe Farias/JC
Warley se destacou na disputa da Série C e também jogou a Série A pelo CSA
Foto: Filipe Farias/JC
Klisman Gama
Twitter: @KlismanGama

Após audiência realizada na manhã desta segunda-feira, o Tribunal Regional do Trabalho, através da 13ª Vara do Trabalho do Recife, determinou a rescisão do lateral-direito Warley, do Santa Cruz. Os representantes do atleta e o Tricolor não chegaram a um consenso no caso, e o juiz Larry da Silva Oliveira Filho deu causa ganha para o jogador. Ele era uma das principais apostas da equipe para a temporada, principalmente com a intenção de ser negociado por um alto valor durante o ano. Perdê-lo desta maneira, por conta de débitos salariais e de recolhimento de FGTS que totalizam R$116.964 na ação, é um baque grande nas pretensões corais em 2020. O Mais Querido entrará com um recurso contra a decisão.

“O juiz marcou uma reunião na Justiça do Trabalho, não era audiência. Inclusive tinha dado um prazo de cinco dias para a gente juntar a documentação. Após essa reunião, ele deu essa liminar com o nosso prazo vigente. A gente vai entrar com  mandado de segurança contra essa liminar deferida pelo juiz e vamos seguir lutando por esse nosso direito, que entendemos que é o correto”, falou Eduardo Souto, advogado do departamento jurídico do Santa Cruz.



ENTENDA O CASO

Warley é cria das categorias de base do Santa Cruz em 2019 ganhou espaço no time principal. Ao todo, ele atuou em dez partidas. Na Série C, chamou a atenção pela versatilidade, tanto jogando como lateral quanto ponta-direita. Contudo, ele perdeu espaço com a chegada do técnico Milton Mendes e foi cedido por empréstimo ao CSA, após a eliminação coral no Brasileiro. Pelo clube alagoano, Warley também se destacou e realizou em 13 partidas pelo Azulão do Mutange, que não exerceu a opção de compra do atleta.

De volta ao Santa Cruz no último dia 6 de janeiro, após o período obrigatório de férias, Warley chegou a treinar no CT Ninho das Cobras até o dia seguinte (7), quando não se apresentou mais ao Tricolor. Então, veio à tona a notícia da solicitação do jogador e seus representantes jurídicos da rescisão contratual, sob a alegação de débitos referentes a encargos salariais supostamente em atraso, com o montante orçado em R$ 116.964,00.

CONFIRA A DECISÃO DO JUIZ DA 13ª VARA DO TRABALHO DO RECIFE




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Irmã Dulce e as lições que se multiplicam Irmã Dulce e as lições que se multiplicam
A Santa Dulce dos Pobres deixou um legado enorme por todo o país, e não poderia ser diferente em Pernambuco. Veja exemplos de quem segue o "anjo bom da Bahia"
Jackson era grande demais para um pandeiro Jackson era grande demais para um pandeiro
Em pouco tempo, Jackson do Pandeiro deixou claro que não se tratava apenas de uma voz a mais no cenário artístico pernambucano. Confira especial sobre o artista
Especial Novo Clima Especial Novo Clima
O inverno não é mais o mesmo. E nem o verão. Os efeitos da crise climática alteraram a rotina de milhares de cidadãos das grandes cidades. O JC traz reportagens especiais desvendando o "novo clima"

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2020 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM