Jornal do Commercio
Ilha do Retiro

Sport empata com o Pesqueira e decepciona torcida

Leão ficou no 1x1 e caiu posições na classificação do Campeonato Pernambucano

Publicado em 06/03/2013, às 21h54

Zagueiro Gabriel fez o gol leonino / Foto: Ricardo B. Labastier/JC Imagem
Zagueiro Gabriel fez o gol leonino
Foto: Ricardo B. Labastier/JC Imagem
Do JC Online

Após mais um “apagão” em plena Ilha do Retiro, o Sport não teve forças para vencer o modesto Pesqueira, nesta quarta-feira (6.3), pelo Pernambucano Coca-Cola. Com um futebol pouco convincente, sofrível defensivamente e pobre no ataque, os leoninos ficaram no empate por 1x1 com os pesqueirenses, que poderiam até ter vencido o confronto, tamanho o volume na etapa final. O resultado liga o sinal de alerta do time na competição, uma vez que os rubro-negros ocupam, agora, a quinta posição, com sete pontos. Já o técnico Vadão balança no cargo, jogando pela sua permanência contra o Porto, na Ilha, no domingo.

Foi uma primeira etapa com erros nítidos, mas é verdade que o placar de 1x0 foi pouco diante de tudo que o Sport fez contra o Pesqueira. Muito desse volume se deu pela volúpia ofensiva do Leão. Se o entrosamento não era o ideal, os rubro-negros tentavam penetrar na fechada zaga pesqueirense com velocidade e triangulações rápidas entre Sandrinho, Marcos Aurélio, Felipe Azevedo e Roger. Nem sempre as coisas andavam como deviam. Mas quando davam certo era a certeza de um bom lance.

A mesma rapidez, em alguns momentos, transformava-se em ansiedade. No afã de decidir logo a jogada, o Leão deixava para trás um toque mais simples que poderia colocar um atleta em melhor condição. Defensivamente, o Sport não vivia uma boa noite. Como a ordem era atacar, o time esqueceu de uma palavrinha mágica do futebol moderno: recomposição. Foi por aí que o Pesqueira concentrou seus esforços, aproveitando os espaços deixados pelos adversários. Não chegou a fazer nada contundente, mas rondou a área do Sport sempre com perigo.

O gol que deu certa tranquilidade na etapa foi feito aos 30 minutos. Reinaldo cruzou na medida para Gabriel, que só teve o trabalho de testar para dentro. Em outras situações, Marcos Aurélio (duas vezes) e Felipe Azevedo perderam boas oportunidades de deixar o placar mais sólido.



O Sport voltou apático. E olhe que, até então, a torcida não havia jogado contra. O time recuou. E ficou olhando o Pesqueira tocar a bola, virar o jogo e abrir espaços. Tanto tempo com o adversário no domínio tinha um preço. No caso do Pesqueira, seu gol de empate, aos dez. Jonathan carregou da intermediária até a entrada da área e chutou cruzado, sem defesa.

O Sport se desmontou psicologicamente. O exemplo foi o gol perdido por Roger, que recebeu na pequena área, na frente para a meta, e isolou. Sentindo o desespero rubro-negro, Jonathan foi lançado em diagonal e, perto da meta, com categoria, chutou no travessão, aos 16.

O técnico Vadão, aos 26, lançou Cicinho e Felipe Menezes – saíram Moacir e Marcos Aurélio. Com tanto nervosismo, mesmo o sangue novo do Leão não surtiu efeito. Sem forças, era difícil uma recuperação. E o Sport ficou no empate, debaixo de vaias.


Galeria de imagens

Legenda
Anteriores
Próximas





Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Segunda chance - Caminhos para ressocializar Segunda chance - Caminhos para ressocializar
Eles saem das prisões, mas as prisões não saem deles. Perseguem-nos até o final de suas vidas. Como uma condenação perpétua. Pena. Eles lamentam. Mas precisam seguir. E neste difícil caminho da ressocialização, o trabalho é uma espécie de absolvição.
Papai Noel o ano inteiro Papai Noel o ano inteiro
As luzes na cidade anunciam que o Natal já chegou. É nesta época do ano que o espírito natalino faz aflorar alguns dos sentimentos mais nobres. Agora iremos contar histórias de pessoas, organizações e empresas que fizeram da solidariedade missão de vida
Vida fit todo dia Vida fit todo dia
Apesar de a abertura do Verão no Brasil só acontecer em dezembro, no Nordeste há uma antecipação da data. Por esse motivo, que tal aproveitar esses meses de energia para cultivar bons hábitos e mudar o estilo de vida? Veja várias dicas de como se cuidar

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM