Jornal do Commercio
SÉRIE A

Ídolos de Palmeiras e Sport atravessam momentos difíceis

Os experientes Fernando Prass e Magrão não estão fazendo uma boa Série A e apresentaram algumas falhas ao longo da competição

Publicado em 14/11/2017, às 17h02

Fernando Prass e Magrão cometeram falhas nas últimas rodadas / Fotos: divulgação/ Palmeiras e Sport
Fernando Prass e Magrão cometeram falhas nas últimas rodadas
Fotos: divulgação/ Palmeiras e Sport
Filipe Farias
Twitter: @_filipefarias

É impossível citar Fernando Prass e não falar do Palmeiras, assim como mencionar Magrão e não destacar o Sport. Afinal, a carreira vitoriosa dos dois goleiros está diretamente relacionada aos clubes que defendem. Não à toa que ambos são ídolos de torcedores alviverdes e rubro-negros. Nessa quinta-feira, os dois paredões vão se enfrentar na Allianz Parque, às 19h, pela 35ª rodada da Série A.

Apesar de Prass (39) e Magrão (40) serem os arqueiros mais experientes dentre todos que disputam à Primeira Divisão, os dois não vêm atravessando um bom momento. No Palmeiras, o camisa 1 está sendo bastante questionado, principalmente por ter Jailson como sombra - o reserva assumiu a titularidade quando Fernando teve de operar o cotovelo e foi fundamental na conquista do Brasileiro de 2016. Nem mesmo os 253 jogos com a camisa do Verdão e os títulos conquistados da Série B (2013) e da Copa do Brasil (2015) amenizam as críticas recentes.



No Sport, Magrão passa por situação semelhante. No clube leonino há 12 anos e mais de 650 jogos disputados, o goleiro tem muitas conquistas com a camisa rubro-negra, mas ultimamente vem apresentando falhas que um jogador de sua experiência não comete. Contra o Botafogo, por exemplo, ele acabou contribuindo diretamente na derrota do time pernambucano após perder a bola para o volante Bruno Silva, no primeiro gol dos botafogueses. Após a partida, o próprio Magrão reconheceu o erro e assumiu a culpa pela derrota: "Fui mal no lance e assumo toda a responsabilidade por essa partida. Pode botar na minha conta", afirmou o goleiro na ocasião.

Na história desse confronto de ídolos, Fernando Prass e Magrão se enfrentaram em apenas três oportunidades: na primeira, em 2012, pela Série A, quando Prass ainda defendia o Vasco, melhor para os cariocas (2x0). No ano seguinte, já no Palmeiras, Fernando voltou a vencer Magrão, dessa vez pela Segundona (2x1). Em 2014, na Primeira Divisão, Magrão levou a melhor. Num confronto histórico. Na estreia da Allianz Parque, o Sport venceu o Verdão por 2x0.

TÍTULOS

Fernando Prass, no Palmeiras:

- Campeonato Brasileiro Série B (2013)
- Copa do Brasil (2015)
- Campeonato Brasileiro (2016)

Magrão, no Sport:

- Campeonato Pernambucano (2006, 2007, 2008, 2009, 2010, 2014, 2017)
- Copa do Brasil (2008)
- Copa do Nordeste (2014)


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Cantos e Recantos Cantos e Recantos
A temporada de sol está nos espreitando, e a Praia de Boa Viagem é sempre uma opção de passeio. Mas que tal ousar um pouquinho na quilometragem e desbravar outros destinos? Pernambuco tem muitos lugares fantásticos e você vai adorar o roteiro que o JC fe
As Paixões de José Pimentel, o eterno Jesus As Paixões de José Pimentel, o eterno Jesus
O JC preparou um hotsite especial em homenagem ao ator e diretor Jose Pimentel, o eterno Jesus Cristo do teatro pernambucano
Nordeste Renovável Nordeste Renovável
Com a força dos ventos e a incidência solar, o Nordeste desponta como oásis. Não só para o turismo, nem apenas no Litoral. Na geração de energia sustentável está a nova fonte de riqueza da Região, principalmente no interior

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM