Jornal do Commercio
NO AGUARDO

Sport: M. Bastos inicia transição, mas só deve estrear contra o Galo

Meia-atacante de 34 anos está recuperado de lesão na coxa, mas precisa se recondicionar fisicamente

Publicado em 15/05/2018, às 17h03

Michel Bastos iniciou trabalho de transição no Sport / Foto: Filipe Farias/ editoria de Esportes JC
Michel Bastos iniciou trabalho de transição no Sport
Foto: Filipe Farias/ editoria de Esportes JC
Filipe Farias
Twitter: @_filipefarias

A reapresentação do Sport, nesta terça-feira (15), foi marcada por algumas novidades positivas. O meia-atacante Michel Bastos - uma das principais contratações rubro-negras para a disputa do Brasileirão - realizou o seu primeiro trabalho no CT José de Andrade Médicis. O jogador, de 34 anos, passou por alguns testes físicos e, logo após, já iniciou o trabalho de transição (está recuperado de uma lesão na coxa esquerda e precisa se recondicionar fisicamente).

Michel deve ter o seu nome publicado no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF ainda nesta semana, mas dificilmente ficará à disposição de Claudinei Oliveira para o confronto diante do Corinthians, domingo (20), às 16h, na Arena de Pernambuco, pela 6ª rodada do Brasileirão. O duelo subsequente, contra o Palmeiras, no dia 26, Bastos também está vetado de entrar em campo. Como o Verdão é responsável por pagar parte dos salários do meia-atacante, ele não pode jogar contra o ex-clube. Por isso, a sua estreia pelo Leão deverá acontecer apenas contra o Atlético-MG, pela 8ª rodada.



Já o lateral-direito Raul Prata, que passou duas semanas se tratando de uma conjuntivite, está totalmente curado e voltou a treinar com o restante do grupo leonino. Como ele vinha realizando as atividades na academia, não teve a sua parte física comprometida e pode retornar contra o Corinthians.

NO DM

O meio-campista Andrigo segue se recuperando de dores na coxa. Apesar da queixa do jogador, nenhuma lesão foi constatada, apenas um edema. Com isso, ele vai passar a semana realizando um trabalho com a fisioterapia e, quando não existir mais o incômodo, será liberado para trabalhar com bola no gramado.





Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

BRT: E agora? BRT: E agora?
Ele está ferido, sofrido. Esquecido. E sem perspectivas de melhoria. Tem sobrevivido como é possível e, apenas pontualmente, esboça reações positivas. O sistema BRT, Bus Rapid Transit, tem sofrido de inanição em todo o País. E poderá se perder.
Especial educação Especial educação
E se você descobrisse que o futuro ligado às tendências que irão norteá-lo já chegou? O mundo hoje é um mar de oportunidades, para conhecimento, informação e inovação. Cada vez mais o profissional precisa evoluir. Por isso veja o caminho a seguir
A revolução da ciclomobilidade: o exemplo de Fortaleza A revolução da ciclomobilidade: o exemplo de Fortaleza
A capital cearense, diferentemente da pernambucana – embora nordestina também – deu um salto na infraestrutura viária voltada para as bicicletas. A cidade está repleta de ciclofaixas. Por toda parte. E a grande maioria conectada

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM