Jornal do Commercio
VITÓRIAS

Ouça os gols da campanha do Sport no título da Copa do Brasil

Rádio Jornal acompanhou de perto o Sport em 2008

Publicado em 11/06/2018, às 07h36

Sport conquistou o título da Copa do Brasil no dia 11 de junho / JC Imagem
Sport conquistou o título da Copa do Brasil no dia 11 de junho
JC Imagem
Heitor Nery

Há 10 anos, o Sport se consagrava como campeão da Copa do Brasil pela primeira vez em sua história. Transformando a Ilha do Retiro numa verdadeira fortaleza, onde venceu todos os seus jogos, o Leão bateu equipes de peso do futebol brasileiro, como Palmeiras, Internacional, Vasco e Corinthians para conquistar o título inédito para as equipes nordestinas. Relembre a trajetória rubro-negra na campanha de 2008:

1ª Fase: Imperatriz

O Sport começou devagar na sua campanha ao título. Jogando mal, o clube ficou apenas no empate fora de casa contra o Imperatriz do Maranhão. Durval abriu o placar para a equipe pernambucana, com o Cavalo de Aço empatando logo na sequência com Valdenes. Já no segundo tempo, Carlinhos Bala voltou a colocar o Sport na frente do placar. Mas aos 42 minutos, Fabinho Paulista deixou empatou novamente o confronto. Já na Ilha, no entanto, o Sport fez valer o favoritismo e venceu por 4x1, gols de Luisinho Netto, Romerito, Igor e Reinaldo (Fabinho Paulista descontou para o Imperatriz), e se classificou para a segunda fase. Confira os quatro gols leoninos no jogo da volta na voz de Adilson Couto.

2ª Fase: Brasiliense

Na segunda fase, contra o Brasiliense, o Sport conseguiu sua única vitória fora de casa na campanha do título. O triunfo veio de virada. Patrick abriu o placar para o Jacaré, logo no primeiro minuto de jogo. Mas os rubro-negros reagiram e, com gols de Dutra e Romerito, o Leão saiu de Brasília com uma vitória por 2x1. Na volta, na Ilha do Retiro, nova vitória por 4x1, com Carlinhos Bala, Enílton, duas vezes, e Roger fazendo os tentos do Leão. O veterano Iranildo marcou o gol de honra do Brasiliense. Ouça todos os gols da vitória na partida volta. 

Oitavas de final: Palmeiras

Foi contra o Palmeiras que o Sport deu a primeira demonstração que poderia brigar longe na Copa do Brasil. Na partida de ida contra o Porco, então campeão paulista, o Leão contou com uma boa atuação de Magrão e de seu sistema defensivo para segurar o 0x0 no Palestra Itália. Na Ilha, o Sport pressionou a equipe paulista e voltou a fazer um alto placar em casa, contando com show de Romerito, que anotou três gols na partida. Dutra fechou o placar em 4x1 para a equipe rubro-negra. A baixo, todos os quatro gols rubro-negros na partida da Ilha do Retiro.



Quartas de final: Internacional

A primeira derrota do Sport na Copa do Brasil veio para o Internacional. Contra o Colorado, a equipe fez um bom jogo no Beira-Rio, mas não foi o suficiente para evitar o placar de 1x0 para os gaúchos, gol de Alex. Na volta, o Leão abriu o placar com Leandro Machado, mas sofreu o empate com gol de Sidnei. Roger fez o segundo gol do Leão, que chegou a ficar com um jogador a menos quando Luciano Henrique foi expulso. Mas, mesmo com 10 jogadores em campo, o Leão conseguiu a classificação de uma forma inesperada: uma bomba de Durval em uma cobrança de falta. Um dos gols mais lembrados na campanha leonina. Confira como Adilson Couto narrou os três gols do Sport, além do único tento do Palmeiras, na partida da Ilha.

Semifinal: Vasco

Ao contrário das outras fases, o Sport iria decidir fora de casa o duelo contra o Vasco da Gama. Na Ilha, o Leão venceu por 2x0 com gols de Jorge Luiz, contra, e de Daniel Paulista. Em São Januário, a equipe cruzmaltina pressionou e conseguiu repetiu o placar, com gols de Leandro Amaral e de Edmundo, com o segundo gol saindo nos acréscimos do segundo tempo. Nos pênaltis, todos os jogadores do Sport acertaram as suas cobranças: Lusinho Netto, Fábio Gomes, Dutra, Magrão e Carlinhos Bala. Já Edmundo isolou a sua, garantindo a classificação do Leão para a final. A baixo estão os gols narrados por Adilson Couto no jogo de ida e a última cobrança de pênaltis no Rio, convertida por Carlinhos Bala. Escute os gols da partida de ida e a cobrança de pênalti de Carlinhos Bala, a que selou a classificação.  

Final: Corinthians

Na final, o sonho do título inédito parecia ter se distanciado. O Corinthians foi bastante superior ao Leão e abriu 3x0 no Morumbi, com gols de Dentinho, Herrera e Acosta. Aos 45 minutos do segundo tempo, no entanto, Enilton diminuiu o placar para o Sport e voltou a dar esperança ao Sport. “O gol do título”, nas palavras de Carlinhos Bala. E o camisa 11 do Sport estava certo. Na Ilha do Retiro, o próprio Bala abriu o placar para o Leão. Depois, em Luciano Henrique aproveitou sobra de um escanteio e finalizou. Enilton atrapalhou o goleiro Felipe e a bola passou entre as pernas do corintiano. Festa na Ilha do Retiro e conquista garantida. A baixo, o gol de Enilton no Morumbi e os dois da partida da Ilha do Retiro.

 




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Irmã Dulce e as lições que se multiplicam Irmã Dulce e as lições que se multiplicam
A Santa Dulce dos Pobres deixou um legado enorme por todo o país, e não poderia ser diferente em Pernambuco. Veja exemplos de quem segue o "anjo bom da Bahia"
Jackson era grande demais para um pandeiro Jackson era grande demais para um pandeiro
Em pouco tempo, Jackson do Pandeiro deixou claro que não se tratava apenas de uma voz a mais no cenário artístico pernambucano. Confira especial sobre o artista
Especial Novo Clima Especial Novo Clima
O inverno não é mais o mesmo. E nem o verão. Os efeitos da crise climática alteraram a rotina de milhares de cidadãos das grandes cidades. O JC traz reportagens especiais desvendando o "novo clima"

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2020 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM