Jornal do Commercio
REENCONTRO

Atacante André diz que já esperava as vaias da torcida do Sport

Torcedores rubro-negros ficaram na bronca com a maneira que o avante deixou o clube

Publicado em 13/06/2018, às 22h13

André foi discreto em campo e acabou sendo substituído no segundo tempo / Foto: Alexandre Gondim/ JC Imagem
André foi discreto em campo e acabou sendo substituído no segundo tempo
Foto: Alexandre Gondim/ JC Imagem
JC Online

Como já era esperado, o atacante André, ex-Sport, foi bastante vaiado no reencontro com a torcida rubro-negra. Nesta quarta-feira, no empate em 0x0 entre o Leão e o Grêmio, toda vez que o camisa 90 pegava na bola ouvia os apulpos vindos das arquibancadas.

"Já esperava isso. A torcida tem direito de vaiar. Isso nao apaga o meu carinho pelo Sport. Tenho história aqui, um clube que bati recordes. Mas é normal esse lado do torcedor vaiar. Apesar disso, estou feliz que saímos com o empate, porque ganhar do sport aqui dentro é dificil", comentou André.



SAÍDA MAL-VISTA

Mesmo sendo bastante importante no Brasileirão do ano passado e ajudando a equipe rubro-negra a permanecer na Primeira Divisão, a maneira que ele deixou o Sport não pegou bem. Isso porque, antes do acerto com o Grêmio, o jogador se negou a jogar por duas vezes na Copa do Brasil pelo Leão (Santos-AP e Ferroviário-CE), chegando a ficar afastado até definir a sua transferência para o time gaúcho.





Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

BRT: E agora? BRT: E agora?
Ele está ferido, sofrido. Esquecido. E sem perspectivas de melhoria. Tem sobrevivido como é possível e, apenas pontualmente, esboça reações positivas. O sistema BRT, Bus Rapid Transit, tem sofrido de inanição em todo o País. E poderá se perder.
Especial educação Especial educação
E se você descobrisse que o futuro ligado às tendências que irão norteá-lo já chegou? O mundo hoje é um mar de oportunidades, para conhecimento, informação e inovação. Cada vez mais o profissional precisa evoluir. Por isso veja o caminho a seguir
A revolução da ciclomobilidade: o exemplo de Fortaleza A revolução da ciclomobilidade: o exemplo de Fortaleza
A capital cearense, diferentemente da pernambucana – embora nordestina também – deu um salto na infraestrutura viária voltada para as bicicletas. A cidade está repleta de ciclofaixas. Por toda parte. E a grande maioria conectada

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM