Jornal do Commercio
ATRASADO

Rafael Marques confirma atraso salarial no Sport

Apesar de admitir que não é 'legal' conviver com os atrasos, o centroavante garantiu que o ambiente entre os jogadores é bom

Publicado em 11/07/2018, às 13h23

Rafael Marques diz que é preciso deixar os problemas extra-campo de lado / Foto: JC Imagem
Rafael Marques diz que é preciso deixar os problemas extra-campo de lado
Foto: JC Imagem
Filipe Farias
Twitter: @_filipefarias

Se dentro de campo, o Sport encontrou o caminho dos bons resultados - nas 12 primeiras rodadas da Série A, o Leão somou 19 pontos e ocupa a 7ª colocação -, fora dele algumas coisas ainda precisam ser ajustadas. A principal delas, sem dúvida, é com relação aos atrasos salariais. Atualmente, os rubro-negros convivem com dois meses de vencimentos em aberto (tanto na CLT quanto nos direitos de imagem).

Um dos mais rodados do atual elenco leonino, Rafael Marques confirmou os atrasos, mas garantiu que essa situação incômoda não tem interferido dentro de campo. "Óbvio que quando se atrasa o salário não é legal. Se falar que está mil maravilhas, eu estarei mentindo. Mas no nosso dia-dia não mudou nada, independente da situação. A diretoria está fazendo de tudo para poder quitar os meses que temos a receber. Nós, jogadores, estamos focados só no trabalho para não deixar que isso atrapalhe o nosso ambiente, que é bacana e gostoso de trabalhar", comentou.



MINIMIZAR PROBLEMA

Ainda de acordo com o centroavante, a expectativa é que parte desse imbróglio seja resolvido antes de reiniciar a Série A. "Estamos conversando com a comissão técnica e com a diretoria do Sport para podermos acertar isso e voltar para o Brasileiro de maneira positiva, mantendo o que a gente vinha fazendo para que o extra-campo não atrapalhe aqui dentro porque temos de dar o máximo. Esse é um ano político, o que atrapalha um pouco, mas somos profissionais. A diretoria está correndo atrás, fazendo o que pode para acertar tudo com a gente".



Comentários

Por Sergio Dias,12/07/2018

Continue observando, mas o seu timinho de terceira. Deixe que os grandes cuidem dos grandes.

Por Fernando Cabral,12/07/2018

Os diretores do Sport têm de rever os cargos comissionados e os salários dos administradores que se eternizaram nos seus postos,fazendo com que a administração fique cada vez mais cara. Essas contratações que somente fazem o Sport ganhar rombos em seus cofres deveria ser examinada e ver quem está levando vantagem com isso.

Por LYRA,11/07/2018

Vou relembrar aos senhores o que já disse anteriormente, TEMOS QUE PROVIDENCIAR A CONTRATAÇÃO URGENTE DE UMA AUDITORIA INDEPENDENTE E QUE NÃO SEJA CONIVENTE COM NENHUM DOS MEMBROS DA DIRETORIA, já que essa mudança de de superavit grande para um deficit enorme, não é normal em nenhuma economia, temos que ter a certeza de como o dinheiro do Clube foi "GASTO", para que não fique nenhuma dúvida quanto à até agora idoneidade dos que por ali passaram recentemente ou que ainda estão presentes na diretoria, já que contratar jogadores com salários altos para somente trinarem e emprestar os garotos da base que vinham jogando com salários baixos, deixa uma pulga atrás da orelha de qualquer um que elas possuam.

Por Gilson Brandão,11/07/2018

Como sempre essa diretoria medíocre e incompetente, aprontando e mostrando que realmente são uma vergonha., gastaram o dinheiro do clube em contratações sebosas e agora não tem dinheiro pra pagar quem estar trabalhando.

Por Observador,11/07/2018

O engraçado é que quando o Nautico atrasava salários, a imprensa Pernambunca caia matando, fazia 2, 3 reportagens por dia explorando a situação, e fez todo o possivel para complicar a vida do Nautico, manchando sua imagem. Quando se trata do Sport, a situação é minimizada, com panos quentes, termos suavizados, mais numa tentativa de tranquilizar sua torcida do que elucidar os fatos. Só acho engraçado...



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Vida fit todo dia Vida fit todo dia
Apesar de a abertura do Verão no Brasil só acontecer em dezembro, no Nordeste há uma antecipação da data. Por esse motivo, que tal aproveitar esses meses de energia para cultivar bons hábitos e mudar o estilo de vida? Veja várias dicas de como se cuidar
BRT: E agora? BRT: E agora?
Ele está ferido, sofrido. Esquecido. E sem perspectivas de melhoria. Tem sobrevivido como é possível e, apenas pontualmente, esboça reações positivas. O sistema BRT, Bus Rapid Transit, tem sofrido de inanição em todo o País. E poderá se perder.
Especial educação Especial educação
E se você descobrisse que o futuro ligado às tendências que irão norteá-lo já chegou? O mundo hoje é um mar de oportunidades, para conhecimento, informação e inovação. Cada vez mais o profissional precisa evoluir. Por isso veja o caminho a seguir

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM