Jornal do Commercio
Leão

Vice de futebol ressalta que Sport busca suprir carências

Clube ainda procura por reforços para o time

Publicado em 13/08/2018, às 09h15

Leão vem de oito jogos sem vencer / Williams Aguiar/Sport
Leão vem de oito jogos sem vencer
Williams Aguiar/Sport
Karoline Albuquerque
Blog do Torcedor

O Sport vem de oito partidas sem vitória no Campeonato Brasileiro da Série A. Em uma situação complicada, muito perto da zona de rebaixamento, o Leão se vê desesperado para pontuar na competição. Para isso, o time busca reforços e o vice-presidente de futebol rubro-negro Guilherme Beltrão garante que a diretoria está atrás de jogadores. Mas ele também lamenta a dificuldade encontrada no mercado.

"Estamos trabalhando, buscando as carências que o elenco tinha e que era do nosso conhecimento e tentamos durante todo o tempo reforçar o elenco. Porém, o mercado não está fácil. Estamos atrás de um primeiro volante, só temos condições de buscar na Série B, porque na Série A nossa cota já está completa, ou no exterior, que também fecha janela agora. Fica difícil essa busca, também não foi por falta de nomes. O mercado está carente de atletas", disse.

Beltrão ressaltou que é preciso saber quais são as posições mais carentes. Ele acrescentou que iria reforçar o time mesmo antes de saber que o técnico Claudinei Oliveira iria entregar o cargo de treinador do time. O vice rubro-negro aproveitou para lamentar a saída do comandante em um momento de chegada de atletas.



Por fim, Guilherme Beltrão ainda acrescentou que todos os jogadores dentro do plantel tem condições de vestir a camisa do Sport, mesmo os que chegaram como apostas do clube. Ele também isentou o presidente Arnaldo Barros de responsabilidade pelo desempenho atual, puxando para a diretoria de futebol.

"O futebol brasileiro passa por uma crise econômica e financeira muito grande, tanto que estamos conseguindo a duras penas manter os pagamentos. Se houve erro na montagem, é nosso, da diretoria de futebol. Tudo bem que o ideal seria montar em janeiro. Nós começamos a montar em fevereiro para março, mas não serve como desculpa. Eu assumo, não fujo da minha responsa", concluiu.



Comentários

Por Mendes,13/08/2018

Daniel Paulista,melhor treinador para o Sport pois conhece todas as mazelas do clube e jogadores mercenários.

Por Rubronegro,13/08/2018

Diretoria burra incompetente.sabe quem era o treinador que rebaixou o avaí.Claudinei.trouxe um monte de pernas de pau Max,Hygor,Ferreira,Nonoca,contratam errado,pagam caro.e vão ser rebaixados.

Por Sandro,13/08/2018

Acredito que Wagner Mancini seja uma boa opção para técnico, mas sem ter jogadores à altura, de nada adiantaria trazê-lo.

Por LYRA,13/08/2018

Realmente o SPORT deveria ter sua sede mudada para OLINDA pois, da mesma forma que aquela cidade não tem sorte com seus prefeitos, só passam por ali MELIANTES, o Clube não teve mais sorte com seus diretores e essa atual e a anterior foi simplesmente um terror, comeram todo o dinheiro do clube com contratações caras e ruins, deixando uma dúvida muito grande, se esse pernas de paus na verdade recebem os salários divulgados ou racham com terceiros, superfaturamento, isso somente uma grande AUDITORIA poderia dizer, não a auditoria que aprovou os últimos balanços que depois foram refeitos.

Por Jailson Lima ,13/08/2018

Acredito que o SPORT vai avançar e sair dessa crise, mas se os dirigentes quiserem, pois o time estava entre os melhores e ai começaram a vender os jogadores (Anselmo, André, Juninho, Mena, Samuel Xavier, Juninho e outros que esqueci no momento). Assim a tendência é cair cada vez mais, e cadê o dinheiro dessas negociações ?



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Vida fit todo dia Vida fit todo dia
Apesar de a abertura do Verão no Brasil só acontecer em dezembro, no Nordeste há uma antecipação da data. Por esse motivo, que tal aproveitar esses meses de energia para cultivar bons hábitos e mudar o estilo de vida? Veja várias dicas de como se cuidar
BRT: E agora? BRT: E agora?
Ele está ferido, sofrido. Esquecido. E sem perspectivas de melhoria. Tem sobrevivido como é possível e, apenas pontualmente, esboça reações positivas. O sistema BRT, Bus Rapid Transit, tem sofrido de inanição em todo o País. E poderá se perder.
Especial educação Especial educação
E se você descobrisse que o futuro ligado às tendências que irão norteá-lo já chegou? O mundo hoje é um mar de oportunidades, para conhecimento, informação e inovação. Cada vez mais o profissional precisa evoluir. Por isso veja o caminho a seguir

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM