Jornal do Commercio
DE VOLTA

Michel Bastos esquece afastamento e foca em ajudar o Sport

Meia-atacante ganhou a titularidade rubro-negra com a chegada do técnico Milton Mendes

Publicado em 10/10/2018, às 18h11

Michel Bastos ganhou nova função com Milton Mendes: de falso 9 / Foto: Williams Aguiar/ Sport
Michel Bastos ganhou nova função com Milton Mendes: de falso 9
Foto: Williams Aguiar/ Sport
Filipe Farias
Twitter: @_filipefarias

A passagem de Michel Bastos pelo Sport está sendo marcada por altos e baixos. O meio-campista até que chegou a ser decisivo quando estava vindo do banco, quando marcou na virada diante do Atlético-MG (na 8ª rodada), além de fazer um golaço de bicicleta contra o Vasco (na 11ª rodada). Mas, após a Copa do Mundo, quando ganhou a titularidade, deixou a desejar e acabou amargando o banco. Pior: acabou sendo afastado pela antiga direção por questões internas. Motivos, pelos quais, o jogador de 35 anos ainda desconhece.

LEIA MAIS:

> Michel Bastos rebate Beltrão: 'Nunca tive problema em ficar no banco no Sport'

> Fellipe e Michel Bastos ganham nova chance no Sport

> Milton Mendes procurou ajuda para melhorar relacionamento

> Treino ‘molhado’ do Sport tem o retorno de Michel e Hernane

“Não foi o Sport que me escolheu, eu que escolhi estar aqui. Foi vontade minha de chegar no clube e ser referência. Foi difícil porque pediram a minha saída. O porquê, até hoje, eu não sei. Fui contra. Vim para ajudar o Sport a não sair da Série A, que é o lugar dele. Com o time nessa situação e não poder ajudar os companheiros, é difícil. Fico feliz em ajudar com minha experiência e qualidade. Foi por isso que vim para cá”, declarou Michel.



TITULARIDADE

Com a chegada de Milton Mendes, Bastos voltou a reencontrar o bom futebol e espera ganhar uma sequência de jogo. “Quem gosta de ficar de fora? Posso não concordar, mas tenho que respeitar o treinador e eu sempre respeitei. O atleta odeia ficar no banco. Aqui joguei poucas vezes como titular e fica difícil fazer a diferença com pouco tempo de jogo. Milton chegou e me colocou como centroavante. Não é a minha posição, mas joguei contra o Atlético-MG e mostrei que tenho condições de jogar ali. Tenho minhas preferências, que é jogar aberto, mas minha intenção é de ajudar e estou tentando desempenhar o melhor papel para o time” falou.



Comentários

Por paulo cesar zampieri de oliveira,10/10/2018

JOGADOR SAFADO. JOGA QUANDO QUER. APRONTOU NO SAO PAULO, CHINELINHO NO PALMEIRAS, REI DE NOITADAS, EX JOGADOR.

Por ivan,10/10/2018

migué, causando a discórdia por ode passa, pilantra



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

BRT: E agora? BRT: E agora?
Ele está ferido, sofrido. Esquecido. E sem perspectivas de melhoria. Tem sobrevivido como é possível e, apenas pontualmente, esboça reações positivas. O sistema BRT, Bus Rapid Transit, tem sofrido de inanição em todo o País. E poderá se perder.
Especial educação Especial educação
E se você descobrisse que o futuro ligado às tendências que irão norteá-lo já chegou? O mundo hoje é um mar de oportunidades, para conhecimento, informação e inovação. Cada vez mais o profissional precisa evoluir. Por isso veja o caminho a seguir
A revolução da ciclomobilidade: o exemplo de Fortaleza A revolução da ciclomobilidade: o exemplo de Fortaleza
A capital cearense, diferentemente da pernambucana – embora nordestina também – deu um salto na infraestrutura viária voltada para as bicicletas. A cidade está repleta de ciclofaixas. Por toda parte. E a grande maioria conectada

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM