Jornal do Commercio
DE VOLTA PRA CASA

Contra o Grêmio, o Sport conta com uma legião gaúcha no elenco

Cláudio Winck, Jair, Léo Ortiz, Andrigo e Michel Bastos nasceram no Rio Grande do Sul

Publicado em 24/10/2018, às 10h13

Andrigo foi formado nas categorias de base do Internacional / Foto: Diego Nigro/ JC Imagem
Andrigo foi formado nas categorias de base do Internacional
Foto: Diego Nigro/ JC Imagem
Filipe Farias
Twitter: @_filipefarias

Uma legião gaúcha. Para encarar o Grêmio, sábado, às 16h30, em Porto Alegre, pela 31ª rodada da Série A, o Sport vai contar com o conhecimento de vários jogadores nascidos no Rio Grande do Sul e que se acostumaram ao longo da carreira a enfrentar a equipe gremista.

No atual elenco rubro-negro, cinco atletas nasceram no estado sulista: o lateral-direito Cláudio Winck (na cidade de Portão), o zagueiro Léo Ortiz (Porto Alegre), o volante Jair (Ibirubá) e os meias Andrigo (Estrela) e Michel Bastos (Pelotas). Com exceção do último, os demais iniciaram nas categorias de base da dupla Gre-Nal. Por isso, retornar para a capital Porto Alegre tem um significado a mais.

“A preparação já começou e está sendo bem feita. Estou bastante ansioso para esse jogo. Feliz por voltar a Porto Alegre, cidade que me criei. Vai ser legal esse jogo”, comentou Cláudio Winck, que iniciou nas categorias de base do próprio Grêmio e, somente aos 16 anos, se transferiu para a base do Internacional.



De acordo com o lateral-direito, os gaúchos do Sport já estão resenhando sobre esse duelo na Arena Grêmio. “A gente já vem conversando sobre essa volta a Porto Alegre. Eu, Andrigo, Ortiz, Jair... Tem o Michel (Bastos) que nasceu lá também. Vai ter muita gente que conheço nas arquibancadas torcendo por mim: meus pais, irmãos, namorada, amigos”, contou Winck.

INFORMANTES

Além dos gaúchos nativos, o lateral-esquerdo Sander só fez nascer na cidade de Corumbá, em Goiás. Ainda com um ano de idade, seus pais retornaram para o Rio Grande do Sul. Foi lá, inclusive, que o ala iniciou sua carreira, passando por vários clubes do estado: Santo Ângelo, Tupi, São José, Ypiranga e Cruzeiro. “Temos de estudar o Grêmio para neutralizá-los. Buscar esses pontos lá porque serão importantes. Buscar as informações necessárias para aplicar em campo a melhor estratégia para sair com a vitória”, comentou o camisa 56.

Ainda nesta temporada, o zagueiro goiano Ernando e o centroavante baiano Hernane Brocador estavam atuando no futebol gaúcho: Inter e Grêmio, na ordem.





Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Copa América no Brasil Copa América no Brasil
Confira a relação da Copa América com o Brasil, o histórico e detalhes da edição deste ano, na qual a seleção terá que se virar sem Neymar, cortado do torneio. Catar e Japão participam como convidados
O nome dele era Gabriel Diniz O nome dele era Gabriel Diniz
José Gabriel de Souza Diniz, o Gabriel Diniz, ou simplesmente GD como os fãs o chamavam, morreu precocemente, aos 28 anos, em um acidente com um pequeno avião no litoral sul de Sergipe ocorrido na segunda-feira, 27 de maio de 2019.
Conheça o udigrudi pernambucano Conheça o udigrudi pernambucano
O udigrudi pernambucano reuniu um grupo de talentosos jovens músicos que, na primeira metade dos anos 70, gravou discos absolutamente não comerciais, fez rock and roll na terra do frevo, produziu festivais, insistiram na permanência do sonho.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM