Jornal do Commercio
READEQUAÇÃO

Alguns atletas terão de passar por readequação salarial para permanecer no Sport em 2019

Pelo menos cinco jogadores que tem contrato com o Leão recebem acima dos R$ 100 mil

Publicado em 05/12/2018, às 21h24

Magrão é um dos mais bem pagos do elenco do Sport / Foto: Williams Aguiar/ Sport
Magrão é um dos mais bem pagos do elenco do Sport
Foto: Williams Aguiar/ Sport
Filipe Farias
Twitter: @_filipefarias

O Sport vai encontrar uma nova e dura realidade na temporada 2019. Com o rebaixamento à Série B, as receitas do clube vão cair abruptamente (só a cota de televisionamento cairá de R$ 35 milhões para R$ 8 milhões). Diante disso, alguns jogadores que têm contrato e queiram permanecer no Rubro-negro, Terão de passar por uma readequação salarial.

Muitos deles estão num patamar financeiro que a diretoria leonina não terá condições de arcar com os compromissos, casos do goleiro Magrão, do zagueiro Ronaldo Alves, do volante Deivid e dos atacantes Rogério e Hernane Brocador - todos recebem acima dos R$ 100 mil. Já os laterais Raul Prata e Sander vêm logo abaixo, recebendo vencimentos próximos de R$ 80 mil.



Para disputar a Segundona, por exemplo, a nova diretoria que vai comandar o clube no próximo biênio 2019/2020 vai limitar o teto salarial com números bem mais modestos. “Não estava nos planos de ninguém administrar o clube na Série B. Isso muda tudo. Matematicamente, podemos dizer que, a diferença será de R$ 50 milhões (estimativa de quanto o Sport deveria receber da TV, em 2019) para R$ 8 milhões (cota da Segundona). São R$ 42 milhões a menos. É bastante complicado para quem pretende administrar o clube. Por isso, teremos de ter criatividade e muito trabalho para montar o elenco”, comentou Milton Bivar, candidato à presidente do Leão pela chapa ‘Sport do Povo’.

APOSTAR NA BASE

Já Eduardo Carvalho, candidato pela chapa ‘Uma Razão para Viver’, apontou medidas a serem tomadas, caso eleito. “Com uma redução financeira drástica temos de repensar algumas coisas. Lógico que, alguns atletas que a gente pensava trazer não será possível de imediato. Por isso, vamos dar uma atenção maior a nossa base. Tem alguns nomes do atual elenco que gostaríamos que ficassem, mas vou falar só do Jair, porque é unânime entre os rubro-negros”, citou.


Palavras-chave


Comentários

Por Carlos Ferreira,06/12/2018

Depois de tanta arrogância e esnobação, descobriram que na parede havia um espelho e pela primeira vez estão vendo a própria imagem.



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Papai Noel o ano inteiro Papai Noel o ano inteiro
As luzes na cidade anunciam que o Natal já chegou. É nesta época do ano que o espírito natalino faz aflorar alguns dos sentimentos mais nobres. Agora iremos contar histórias de pessoas, organizações e empresas que fizeram da solidariedade missão de vida
Vida fit todo dia Vida fit todo dia
Apesar de a abertura do Verão no Brasil só acontecer em dezembro, no Nordeste há uma antecipação da data. Por esse motivo, que tal aproveitar esses meses de energia para cultivar bons hábitos e mudar o estilo de vida? Veja várias dicas de como se cuidar
BRT: E agora? BRT: E agora?
Ele está ferido, sofrido. Esquecido. E sem perspectivas de melhoria. Tem sobrevivido como é possível e, apenas pontualmente, esboça reações positivas. O sistema BRT, Bus Rapid Transit, tem sofrido de inanição em todo o País. E poderá se perder.

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM