Jornal do Commercio
SPORT

Eduardo Carvalho acusa uniformizada como risco para eleição no Sport

Candidato alega que grupo organiza movimento de filiação de sócios às vésperas do pleito; Estatuto prevê ao menos um ano de vínculo para votantes

Publicado em 06/12/2018, às 10h20

Eduardo acusa
Eduardo acusa "recrutamento de filiados com o intuito torná-los aptos a votar no próximo pleito”
Foto: Alexandre Gondim/ JC Imagem
Diego Borges
Twitter: @DiBorges9

O embate eleitoral no Sport ganha mais um capítulo. Na manhã desta quinta-feira, o candidato à presidência pela Chapa 3, Eduardo Carvalho, acusa a Torcida Jovem do Sport de promover um movimento de associação ao clube pelos membros da uniformizada às vésperas da eleição. Embora o Estatuto do clube aponte condições de voto apenas para associados com mais de um ano de filiação, o candidato acredita que a suposta prática pode interferir na credibilidade do pleito.

“Notícia que causou perplexidade. Um determinado agrupamento de pessoas que se autodenominam torcida organizada, que inclusive foi banida do futebol pernambucano e brasileiro por determinação judicial, está promovendo recrutamento de filiados com o intuito torná-los aptos a votar no próximo pleito”, afirma Eduardo Carvalho, antes de alertar.

“É preciso ficar atento a isso. Apresentamos nota oficial solicitando medidas contundentes por parte da Polícia Militar, do Ministério Público e da Comissão Eleitoral do Sport, no sentido que isso seja apurado”, complementa.



O candidato aponta ainda que convocará uma reunião com membros de sua equipe para definir uma estratégia de ação. “Vou me reunir com o corpo jurídico da nossa campanha para estudarmos a medida concreta a adotar em face dessa atitude, que desafia a família rubro-negra e pode pôr em risco a lisura do próximo processo eleitoral.”

CONFIRA A NOTA NA ÍNTEGRA

Recife, 06 de dezembro de 2018

NOTA OFICIAL

Em nome do movimento UMA RAZÃO PARA VIVER, solicitamos medidas urgentes e contundentes, por parte das autoridades, para que seja aberta uma investigação com o intuito de saber de que modo e com que finalidade a Torcida Jovem, uma instituição banida judicialmente do futebol, está tendo recursos para pagar e pôr em dia a mensalidade dos seus associados junto ao Sport Club do Recife.  

Atenciosamente,

Eduardo Carvalho

Candidato a presidente do Sport pela Chapa 3 – UMA RAZÃO PARA VIVER





Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

JC 100 anos JC 100 anos
Para marcar os 100 anos de fundação, o JC publica este especial com um panorama do que se passou neste período em que o jornal retratou o mundo, com projeções de especialistas sobre o que vem por aí e com os bastidores da Redação do Jornal do Commercio
Sozinha nasce uma mãe Sozinha nasce uma mãe
Uma palavra se repete na vida dela: sozinha. Porque estava sozinha na gravidez. Sozinha na hora do parto. Sozinha nas primeiras noites de choro. Sozinha nos primeiros passos. Sozinha no registro civil. O JC conta histórias de luta das mães sozinhas
Segunda chance - Caminhos para ressocializar Segunda chance - Caminhos para ressocializar
Eles saem das prisões, mas as prisões não saem deles. Perseguem-nos até o final de suas vidas. Como uma condenação perpétua. Pena. Eles lamentam. Mas precisam seguir. E neste difícil caminho da ressocialização, o trabalho é uma espécie de absolvição.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM