Jornal do Commercio
PENDÊNCIAS

Por atrasos salariais, Sport pode perder jogadores de graça

Clube rubro-negro está entrando no quarto mês de salários em aberto com o elenco

Publicado em 06/12/2018, às 07h19

Jair (E) e Mateus Gonçalves (D) estão na mira de grandes clubes do Brasil / Foto: JC Imagem
Jair (E) e Mateus Gonçalves (D) estão na mira de grandes clubes do Brasil
Foto: JC Imagem
Filipe Farias
Twitter: @_filipefarias

O Sport está correndo um risco iminente de perder de graça os seus principais jogadores. Isso porque, sexta-feira (7), o atual elenco rubro-negro vai completar quatro meses de salários atrasados. E, de acordo com o Artigo 31 da Lei nº 9.615 (Lei Pelé), o atleta pode acionar a Justiça e pedir a rescisão contratual, ficando livre para se transferir para qualquer clube. Nesse caso, o Leão não receberia nada.

A reportagem do Jornal do Commercio entrou em contato com três empresários que possuem atletas no Sport - preferiram não se identificar -, e eles se mostraram preocupados quanto à resolução dos débitos pelo fato de existir uma eleição no clube daqui a duas semanas. E não descartaram a possibilidade de buscar os direitos de seus agenciados na Justiça.

Para piorar, nomes como o do lateral-esquerdo Sander (vínculo com o Sport até junho de 2020), do zagueiro Adryelson (dezembro de 2019), do volante Jair (dezembro de 2019) e do atacante Mateus Gonçalves (maio de 2019) já estão na mira de outros clubes. Se não houver um acordo a curto prazo, o destino será a saída do Leão.

Os candidatos à presidência do Sport, Milton Bivar e Eduardo Carvalho, estão estarrecidos com a possibilidade de perder vários jogadores por falta de pagamento. “É uma realidade que vamos ter de enfrentar. Mas, se der tempo, vamos tentar conversar. Sendo que não podemos evitar que um cidadão ingresse na Justiça para cobrar o salário que lhe foi prometido ao ser contratado e não foi pago”, falou Carvalho.



Já o presidente campeão da Copa do Brasil de 2008 está bastante temeroso com essa situação financeira do Leão. “Era só o que faltava para culminar essa péssima gestão. Essa diretoria atual abandonar o clube. Permitir que os jogadores saiam a troco de banana. Seria um caso muito sério perder algum atleta por conta disso. Principalmente os que se destacaram, como Maílson e Adryelson, dois garotos da base e com futuro”, reclamou Milton.

FUNCIONÁRIOS

De acordo com informações obtidas nos bastidores, o último salário recebido pelos funcionários do clube foi o do mês de setembro. Estão em aberto outubro, novembro (vence amanhã) e parte do 13º salário.

O vice-presidente do executivo, Gustavo Dubeux, falou dessa situação. “Os funcionários são prioridade número 1 porque ganham pouco e passam necessidades. E os atletas também porque são patrimônio do clube. Até o final do mês as receitas que estavam previstas deverão entrar. Espero que isso aconteça para deixar a situação tranquila para o próximo presidente”.


Palavras-chave

Recomendados para você


Comentários

Por José Cleido dos Reis,06/12/2018

O Sport é time pequeno, isso era evidente acontecer, tanto é que vai jogar a Série B de novo. Só não pode ficar chorando igual o Fluminense, como fez com o Scarpa.

Por LECIO DE ARAUJO CANDIDO,06/12/2018

E é para perder mesmo. Desde a Lei Kandir que o atleta de futebol foi um pouco respeitado. Esses Clubes enchem de dinheiro com cotas de TV, CBF e muito mais, assumem atletas e não os pagam.. Absurdo. Tem que ir embora mesmo.

Por FERNANDO,06/12/2018

ABSURDO O QUE ESTA GESTÃO ESTÁ FAZENDO COM O SPORT O QUE DEVERIA SER FEITO DE IMEDIATO , SERIA ANTECIPAR AS ELEIÇÕES , PARA O NOVO PRESIDENTE DO CLUBE TOME AS DEVIDAS PROVIDÊNCIAS E EVITAR UM PROBLEMA MAIOR. #FORAAB



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Papai Noel o ano inteiro Papai Noel o ano inteiro
As luzes na cidade anunciam que o Natal já chegou. É nesta época do ano que o espírito natalino faz aflorar alguns dos sentimentos mais nobres. Agora iremos contar histórias de pessoas, organizações e empresas que fizeram da solidariedade missão de vida
Vida fit todo dia Vida fit todo dia
Apesar de a abertura do Verão no Brasil só acontecer em dezembro, no Nordeste há uma antecipação da data. Por esse motivo, que tal aproveitar esses meses de energia para cultivar bons hábitos e mudar o estilo de vida? Veja várias dicas de como se cuidar
BRT: E agora? BRT: E agora?
Ele está ferido, sofrido. Esquecido. E sem perspectivas de melhoria. Tem sobrevivido como é possível e, apenas pontualmente, esboça reações positivas. O sistema BRT, Bus Rapid Transit, tem sofrido de inanição em todo o País. E poderá se perder.

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM