Jornal do Commercio
Leão

Marcelinho Paraíba reencontra Sport em jogo-treino pelo Perilima-PB

O meia-atacante defendeu o Sport em 2011 e conquistou o acesso na Série B do Campeonato Brasileiro

Publicado em 09/01/2019, às 16h14

Marcelinho Paraíba ao lado do filho Rodrigo (D) e o irmão Tibério (E) / Foto: Filipe Farias/JC Imagem
Marcelinho Paraíba ao lado do filho Rodrigo (D) e o irmão Tibério (E)
Foto: Filipe Farias/JC Imagem
Davi Saboya
Twitter: @davisaboya

Velho conhecido, o meia-atacante Marcelinho Paraíba, aos 43 anos, esteve nesta terça-feira no CT do Leão. Mas não para defender o Sport. Jogador do Perilima, da Paraíba, ele irá enfrentar a equipe rubro-negra em jogo-treino ao lado do irmão Tibério e o filho Rodrigo. Ambos também são atletas do time paraibano como centroavante e meia-atacante, respectivamente. 

"Jogar um amistoso contra o Sport é sempre importante. Um bom teste para a nossa equipe. Enfrentar um time acostumado a disputar a Série A", afirmou o experiente jogador. "Saudade sempre tenho dos clubes que defendi", completou.



Mesmo já passando dos 40 anos, Marcelinho Paraíba ainda não projeta o dia de pendurar as chuteiras. "Sempre traço objetivos na vida. Agora o foco é fazer um bom Campeonato Paraibano. Depois, dependendo do que irá acontecer, pensaremos no restante do ano. Enquanto eu me sentir bem não existe motivo para parar", comentou. 

MAGRÃO

Ex-companheiro do goleiro rubro-negro Magrão, Paraíba brincou e disse que o arqueiro deve parar de jogar antes. "Acredito que ele (Magrão) encerrará a carreira antes. Estou em melhor forma (risos)", finalizou. 


Palavras-chave




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Especial Tempo de Férias Especial Tempo de Férias
O tempo das férias finalmente chegou e com ele os vários planos sobre o que fazer no período livre. O JC traz algumas dicas de como otimizar o período para voltar renovado do merecido descanso.
Copa América no Brasil Copa América no Brasil
Confira a relação da Copa América com o Brasil, o histórico e detalhes da edição deste ano, na qual a seleção terá que se virar sem Neymar, cortado do torneio. Catar e Japão participam como convidados
O nome dele era Gabriel Diniz O nome dele era Gabriel Diniz
José Gabriel de Souza Diniz, o Gabriel Diniz, ou simplesmente GD como os fãs o chamavam, morreu precocemente, aos 28 anos, em um acidente com um pequeno avião no litoral sul de Sergipe ocorrido na segunda-feira, 27 de maio de 2019.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM