Jornal do Commercio
Leão

Com presença da torcida, Sport goleia Agap na Ilha do Retiro

Foi o primeiro teste do técnico Milton Cruz com o atual elenco

Publicado em 12/01/2019, às 14h12

A última vez que a torcida acompanhou um jogo na Ilha foi no dia 2 de dezembro de 2018, na rodada final do Campeonato Brasileiro / Foto: Williams Aguiar/Sport Clube do Recife
A última vez que a torcida acompanhou um jogo na Ilha foi no dia 2 de dezembro de 2018, na rodada final do Campeonato Brasileiro
Foto: Williams Aguiar/Sport Clube do Recife
JC Online

Mais de um mês depois do último contato com a torcida na Ilha do Retiro, o Sport voltou a encontrar os rubro-negros na manhã ontem. Só que o contexto foi bem melhor do que o desfecho da última rodada da Série A do Campeonato Brasil, quando a equipe leonina venceu o Santos, mas acabou rebaixada. Dando ares de otimismo para a nova temporada, o Sport, que começou a preparação para 2019 no dia 3 de janeiro, goleou a equipe do Agap-PE em um jogo-treino por 7x0.

O Leão jogou com duas formações diferentes na movimentação. Foi a forma que o técnico Milton Cruz encontrou de testar o elenco que vem sendo reformulado para o início as competições. Ele escalou a seguinte formação no primeiro tempo da partida: Maílson; Raul Prata, Adryelson, Walber e Sander; Ronaldo, Neto Moura, Pardal e Ezequiel; Juninho e Hernane Brocador. Nesta etapa, o jogo terminou em 2x0 com um gol de Juninho e outro de Ezequiel.

No segundo tempo do duelo, o treinador optou por mudar todo o time, que entrou em campo dessa forma: Luan Polli; Norberto, Charleston, Chico e Evandro; Thallyson, João Victor, Leandrinho e Alisson Farias; Pedro Maranhão e Alison. Os responsáveis por ampliarem o placar no segundo tempo foram Pedro Maranhão, que balançou as redes três vezes, Alisson Farias e Alison.



O torcedor que esteve na Ilha do Retiro também observou no lado adversário atletas conhecidos do clube rubro-negro. Defendendo as cores da Agap estavam o volante Bia, o lateral-esquerdo Ademar e o atacante Carlinhos Bala.

PALAVRA DO TÉCNICO

“Ainda é um time em formação. É possível que cheguem jogadores que estão treinando e em pré-temporada em algum clube. De repente a gente consiga mudar algumas coisas, mas a base é essa aí mesmo. Estamos procurando colocar jogadores que estão há mais tempo no clube. E os atletas que chegarem agora, teremos um tempo maior para trabalhar. Estamos fazendo uma mescla, e observando quem está melhor fisicamente para começar nossa caminhada”, afirmou o treinador rubro-negro após a movimentação.





Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Copa América no Brasil Copa América no Brasil
Confira a relação da Copa América com o Brasil, o histórico e detalhes da edição deste ano, na qual a seleção terá que se virar sem Neymar, cortado do torneio. Catar e Japão participam como convidados
O nome dele era Gabriel Diniz O nome dele era Gabriel Diniz
José Gabriel de Souza Diniz, o Gabriel Diniz, ou simplesmente GD como os fãs o chamavam, morreu precocemente, aos 28 anos, em um acidente com um pequeno avião no litoral sul de Sergipe ocorrido na segunda-feira, 27 de maio de 2019.
Conheça o udigrudi pernambucano Conheça o udigrudi pernambucano
O udigrudi pernambucano reuniu um grupo de talentosos jovens músicos que, na primeira metade dos anos 70, gravou discos absolutamente não comerciais, fez rock and roll na terra do frevo, produziu festivais, insistiram na permanência do sonho.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM