Jornal do Commercio
RECEITA

Ex-presidente diz que Sport tem a receber cerca de R$ 8 milhões

Gustavo Dubeux detalha os ativos a receber do Leão nesse início de 2019

Publicado em 11/02/2019, às 20h14

Gustavo Dubeux falou sobre algumas receitas que o Sport tem a receber / Foto: JC Imagem
Gustavo Dubeux falou sobre algumas receitas que o Sport tem a receber
Foto: JC Imagem
JC Online

Apesar de ter fechado 2018 com quatro meses de salários atrasados dos jogadores e dois meses dos funcionários, o Sport tinha ativos a receber nesse início de ano. E, ao que parece, alguns deles já entraram nos cofres do clube. Tanto que, na semana passada, a diretoria rubro-negra conseguiu pagar uma folha salarial completa.

Segundo o ex-presidente do Sport, Gustavo Dubeux, o Leão receberia nesses dois primeiros meses de 2019 uma quantia de aproximadamente R$ 8 milhões. “Arnaldo (Barros) deixou débitos, mas também deixou ativos a receber. A informação que tenho é que teria a parcela da negociação de André de R$ 1,5 milhão (Grêmio). O restante da venda de Everton Felipe que seria de R$ 3 milhões. Descontando o débito que o Sport tinha com o São Paulo, sobraria R$ 2,2 milhões. Ainda tem o crédito de R$ 5 milhões de Diego Souza. Acredito que, no mínimo, o Sport recebe R$ 3 milhões. O Fluminense tinha uma reclamação trabalhista de um jogador (Cícero), por isso ainda não liberou a verba. Eles devem ficar com R$ 2 milhões e liberar o restante”, disse Dubeux, em declaração à Rádio Jornal.



OUTRAS VERBAS

Além dessas verbas, o Sport ainda vai receber cerca de R$ 800 mil, referente à negociação de parte dos direitos econômicos do meia Jadsom para o Cruzeiro. Um outro montante pendente é com relação aos direitos de transmissão internacional, que apesar de estar em contrato, o Sport ainda não recebeu o equivalente a R$ 5 milhões.





Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Especial Tempo de Férias Especial Tempo de Férias
O tempo das férias finalmente chegou e com ele os vários planos sobre o que fazer no período livre. O JC traz algumas dicas de como otimizar o período para voltar renovado do merecido descanso.
Copa América no Brasil Copa América no Brasil
Confira a relação da Copa América com o Brasil, o histórico e detalhes da edição deste ano, na qual a seleção terá que se virar sem Neymar, cortado do torneio. Catar e Japão participam como convidados
O nome dele era Gabriel Diniz O nome dele era Gabriel Diniz
José Gabriel de Souza Diniz, o Gabriel Diniz, ou simplesmente GD como os fãs o chamavam, morreu precocemente, aos 28 anos, em um acidente com um pequeno avião no litoral sul de Sergipe ocorrido na segunda-feira, 27 de maio de 2019.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM