Jornal do Commercio
Notícia
SPORT

Milton Bivar rebate Arnaldo Barros e detalha dívidas do Sport

Presidente rubro-negro revela valores que o Sport deve a jogadores, técnicos e empresas

Publicado em 26/04/2019, às 11h59

"Parece que deixou só R$ 9 milhões, mas não foi", rebate Bivar
Foto: Diego Nigro / JC Imagem
Diego Borges
Twitter: @DiBorges9

A semana conturbada do Sport no ambiente político ganhou mais um capítulo. Após a declaração do ex-presidente Arnaldo Barros à Rádio Jornal, defendendo-se sobre bloqueios pela Justiça Trabalhista e a não aprovação das contas no conselho Deliberativo, nesta sexta-feira (26) foi a vez do então presidente executivo, Milton Bivar, rebater.

Em entrevista à Rádio Jornal, o mandatário leonino questionou o total aproximado de R$ 9 milhões, valor alegado por Arnaldo Barros como déficit de sua gestão acrescido ao passivo total do clube. "O ex-presidente deu entrevista de uma forma que não ficou bem esclarecido as coisas. A analise feita do balanço foi 'de trás para frente', pegando débitos históricos. Quero esclarecer o que está acontecendo hoje. Porque parece que deixou só R$ 9 milhões, mas não foi", disse Milton Bivar, antes de revelar quantias de dívidas geradas na antiga gestão.

"Tenho de cabeça alguns números. Por exemplo, foram quatro a cinco meses que ele (Arnaldo) deixou de salários atrasados, em um débito de R$ 20 milhões. São três treinadores. (Vanderlei) Luxemburgo, tem a receber R$ 700 mil. Nelsinho e Eduardo Baptista, somando tudo, mais R$ 2 milhões."

Ainda seguindo no âmbito de débitos trabalhistas, Milton Bivar revelou alguns dos valores referentes a jogadores que já deixaram o clube. "Chegamos em Rithely, uma negociação que vai se arrastando e já vai em R$ 7,5 milhões, mais R$ 800 mil de um agenciador. De salário, o Sport deve R$ 1,3 milhão ao Rithely. André, que foi vendido ao Grêmio, só se pagou uma prestação das dez junto ao Sporting-POR. Ficaram nove, no valor de R$ 5.445.000,00. O Atlético-MG deixou lá R$ 1,6 mi de furo. E ainda temos que pagar R$ 980 mil do agenciamento."



O presidente seguiu a lista. "Gabriel, R$ 900 mil. Ronaldo Alves, R$ 2 milhões ou mais. Michel e Fellipe Bastos, mais R$ 2,2 milhões. Morato e (Cláudio) Winck, R$ 347 mil. Deivid, R$ 385 mil. Ernando, R$ 830 mil. Marlone, R$ 859 mil. E outros, que não me lembro no momento.

REMANESCENTES

Milton Bivar também apontou débitos que o clube possui com atletas que permaneceram na Ilha do Retiro. "Os que ficaram no clube, como Magrão, só a ele o Sport R$ 770 mil. Ao (Hernane) Brocador, mais de R$ 600 mil. Sander, R$ 350 mil, fora agenciamento em mais de R$ 500 mil. Raul Prata R$ 340 mil", e volta a rebater Arnaldo. "Não é normal. Ou é normal deixar mais de 40 milhões?"

ADIANTAMENTO

Outro ponto que interfere nas contas do Sport diz respeito a uma dívida junto à TV Globo, que detém os direitos de transmissão da Série B. Para Arnaldo Barros, o valor foi visto como 'bônus' que seria pago em acordo nas temporadas 2019 e 2020, mas na visão de Milton Bivar, trata-se de um adiantamento de cota.

"Entre 2014 e 2015 houve um acordo com a Globo de adiantamento, que ficou para ser pago neste ano. São R$ 18 milhões. A Globo me cobrou, mas como vou pagar? A nossa cota deste ano (da Série B) é de R$ 5,6 milhões e nem mais um real. É igual à de todo mundo", completa Bivar.



OFERTAS

Especiais JC

Conheça o udigrudi pernambucano Conheça o udigrudi pernambucano
O udigrudi pernambucano reuniu um grupo de talentosos jovens músicos que, na primeira metade dos anos 70, gravou discos absolutamente não comerciais, fez rock and roll na terra do frevo, produziu festivais, insistiram na permanência do sonho.
Mãe Guerreira Mãe Guerreira
Junto com uma criança, nasce sempre uma mãe, que enfrenta inúmeros desafios para educar, acolher e dar o melhor aos filhos. Por isso, todas elas carregam em si a força e a coragem de verdadeiras guerreiras.
JC 100 anos JC 100 anos
Para marcar os 100 anos de fundação, o JC publica este especial com um panorama do que se passou neste período em que o jornal retratou o mundo, com projeções de especialistas sobre o que vem por aí e com os bastidores da Redação do Jornal do Commercio

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM