Jornal do Commercio
Notícia
série b

Atacante do Sport analisa postura dos adversários na Ilha

Próximo adversário do Leão em casa é o Londrina

Publicado em 21/05/2019, às 19h42

Hyuri também comentou jogos de seis pontos no início da Série B.  / Foto: Anderson Stevens/Sport
Hyuri também comentou jogos de seis pontos no início da Série B.
Foto: Anderson Stevens/Sport
Karoline Albuquerque
Do Blog do Torcedor

O Sport vai para o seu terceiro jogo na Ilha do Retiro nesta 5ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. Às 21h30 de sexta-feira (24), o Leão recebe o Londrina. Até agora, foram dois empates dentro dos domínios rubro-negros, o primeiro na estreia da competição diante do Oeste e depois contra o Figueirense. Na opinião do atacante Hyuri, as igualdades se dão por um simples motivo: os adversários chegam à casa do Sport com a mesma postura.

"Esperam, retrancam. A gente tem que trabalhar em cima disso essa semana, porque o Londrina não vai ser diferente. Tenho certeza que vão vir para cima. Apesar de ser o time que está na ponta da tabela, acredito que eles possam sair mais para o jogo e com isso dando espaço para a gente jogar", analisou o atacante rubro-negro.



O Londrina, adversário da rodada, lidera a competição por enquanto, com dez pontos, provenientes de três vitórias e um empate. Com o Sport somando seis pontos, uma vitória dos pernambucanos deixa os times muito próximos nesse início de campeonato. Algo fundamental na opinião de Hyuri.

"Todo jogo no início é um jogo de seis pontos. Porque quanto mais sair lá de baixo melhor. Quanto mais encostar lá em cima, melhor. Nosso foco é estar dentro do G4. A gente entrando no G4, pode pensar em coisas maiores e até dar confiança para nossa equipe sabendo que a gente pode se manter na ponta da tabela para tentar conseguir o acesso o quanto antes", concluiu o jogador.





Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Copa América no Brasil Copa América no Brasil
Confira a relação da Copa América com o Brasil, o histórico e detalhes da edição deste ano, na qual a seleção terá que se virar sem Neymar, cortado do torneio. Catar e Japão participam como convidados
O nome dele era Gabriel Diniz O nome dele era Gabriel Diniz
José Gabriel de Souza Diniz, o Gabriel Diniz, ou simplesmente GD como os fãs o chamavam, morreu precocemente, aos 28 anos, em um acidente com um pequeno avião no litoral sul de Sergipe ocorrido na segunda-feira, 27 de maio de 2019.
Conheça o udigrudi pernambucano Conheça o udigrudi pernambucano
O udigrudi pernambucano reuniu um grupo de talentosos jovens músicos que, na primeira metade dos anos 70, gravou discos absolutamente não comerciais, fez rock and roll na terra do frevo, produziu festivais, insistiram na permanência do sonho.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM