Jornal do Commercio
Notícia
leão

Após hat-trick, Hernane relembra momento difícil no Sport

Vitória sobre o Londrina saiu dos pés do centroavante

Publicado em 24/05/2019, às 23h56

Centroavante fez os três gols da vitória do Leão sobre o Londrina. / Foto: Bobby Fabisak/ JC Imagem
Centroavante fez os três gols da vitória do Leão sobre o Londrina.
Foto: Bobby Fabisak/ JC Imagem
Karoline Albuquerque
Do Blog do Torcedor

A vitória do Sport por 3x2 sobre o Londrina teve todos os gols do time mandante saindo apenas de um jogador. O centroavante Hernane Brocador marcou um hat-trick na Ilha do Retiro, na noite de sexta-feira (24), pela 5ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B, e, ao comentar o feito, ressaltou sua fé em passar um momento melhor com a camisa do clube.

"Eu agradeço muito a Deus. Passei um momento muito difícil no Sport e falei que tinha muito para fazer nesse clube. Deus me abençoou. Falei que não sou máquina na chegada, mas graças a Deus estava no comando dele. Peço tão pouco e ele faz muito. Espero poder fazer muito mais gols e repetir a dose de hoje, porque foi muito bonito", disse.



Apesar da comemoração, o centroavante rubro-negro relembrou um ponto de alerta. O Sport sofreu os dois gols do Londrina em um intervalo de três minutos e cedeu o empate momentâneo na partida. Um erro que, para Hernane Brocador, não pode mais acontecer.

"A Série B é muito difícil, temos que dobrar a atenção, porque fomos surpreendidos contra o Oeste em casa e hoje, por pouco, não saímos com o empate ou até saído com derrota, porque jogamos contra uma equipe muito qualificada. Conseguimos o terceiro gol e fomos coroados com uma vitória importante", concluiu Hernane.





Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Copa América no Brasil Copa América no Brasil
Confira a relação da Copa América com o Brasil, o histórico e detalhes da edição deste ano, na qual a seleção terá que se virar sem Neymar, cortado do torneio. Catar e Japão participam como convidados
O nome dele era Gabriel Diniz O nome dele era Gabriel Diniz
José Gabriel de Souza Diniz, o Gabriel Diniz, ou simplesmente GD como os fãs o chamavam, morreu precocemente, aos 28 anos, em um acidente com um pequeno avião no litoral sul de Sergipe ocorrido na segunda-feira, 27 de maio de 2019.
Conheça o udigrudi pernambucano Conheça o udigrudi pernambucano
O udigrudi pernambucano reuniu um grupo de talentosos jovens músicos que, na primeira metade dos anos 70, gravou discos absolutamente não comerciais, fez rock and roll na terra do frevo, produziu festivais, insistiram na permanência do sonho.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM