Jornal do Commercio
Notícia
leão

''Tem que corrigir os erros'', diz capitão do Sport

Os jogadores comemoraram a vitória sobre o Londrina, mas deixaram o alerta

Publicado em 25/05/2019, às 13h07

Leão venceu sua primeira partida em casa. / Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
Leão venceu sua primeira partida em casa.
Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
Karoline Albuquerque
Do Blog do Torcedor

O Sport conquistou sua primeira vitória como mandante na Série B do Campeonato Brasileiro na noite de sexta-feira (24). Mas, apesar do 3x2 sobre o Londrina, na Ilha do Retiro, pela 5ª rodada, os jogadores rubro-negros ainda têm um alerta: o time sofreu o empate em três minutos e só depois conseguiu selar o resultado positivo diante de seus torcedores.

"A gente tem que corrigir os erros que a gente comete, mas isso é determinação, o trabalho que a gente faz durante a semana. Nossa equipe trabalha a semana para chegar e ter o gás para todo o jogo e assim conseguir a vitória. Hoje (ontem) mostrou mais uma vez que tem que ter essa postura até o final", disse o lateral-esquerdo e capitão Sander.

Em uma bola aérea e um pênalti, entre os 15 e os 18 minutos do segundo tempo, o Londrina igualou o marcador na partida. O meia Leandrinho fez coro ao companheiro de equipe. "Valeu o esforço do grupo, fez 2x0, por um descuido deixou empatar, mas no geral os gols deles foram erros nossos. A gente controlou bem", avaliou.



INTENSIDADE

Por outro lado, o volante Charles preferiu se apegar à intensidade colocada em campo pelo Sport. O Leão conseguiu manter a posse de bola, finalizando a partida com 57%. Em parte do primeiro tempo, esse percentual chegou a 80%. Foram 457 passes trocados, mais de cem a mais que o adversário, e uma precisão de 84%.

"Colocamos intensidade muito forte desde o início. No final dos dois tempos sentimos o cansaço. A gente treina para isso, envolvido nisso. Feliz pela intensidade. A gente conseguiu impor nosso ritmo e a vitória veio. Vencemos o que queríamos, primeira vitória em casa diante dar torcida. Dar continuidade", completou Charles.


Palavras-chave




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Copa América no Brasil Copa América no Brasil
Confira a relação da Copa América com o Brasil, o histórico e detalhes da edição deste ano, na qual a seleção terá que se virar sem Neymar, cortado do torneio. Catar e Japão participam como convidados
O nome dele era Gabriel Diniz O nome dele era Gabriel Diniz
José Gabriel de Souza Diniz, o Gabriel Diniz, ou simplesmente GD como os fãs o chamavam, morreu precocemente, aos 28 anos, em um acidente com um pequeno avião no litoral sul de Sergipe ocorrido na segunda-feira, 27 de maio de 2019.
Conheça o udigrudi pernambucano Conheça o udigrudi pernambucano
O udigrudi pernambucano reuniu um grupo de talentosos jovens músicos que, na primeira metade dos anos 70, gravou discos absolutamente não comerciais, fez rock and roll na terra do frevo, produziu festivais, insistiram na permanência do sonho.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM