Jornal do Commercio
Notícia
SÉRIE B

Sport vence o CRB, mas não consegue retornar ao G-4

Com vitória por 1x0, o time rubro-negro fica na 5ª colocação, com 15 pontos

Publicado em 11/06/2019, às 23h21

Guilherme marcou o único gol da partida / Foto: Alexandre Gondim/ JC Imagem
Guilherme marcou o único gol da partida
Foto: Alexandre Gondim/ JC Imagem
Filipe Farias
Twitter: @_filipefarias

Como tinha planejado, o Sport conseguiu vencer as duas partidas em casa antes da parada da Copa América. Depois de bater o Vitória, no fim de semana, o Leão conseguiu somar mais três pontos, nesta terça-feira (11), ao vencer o CRB por 1x0, na Ilha do Retiro, pela 8ª rodada da Série B. Apesar do triunfo, com gol marcado por Guilherme, os rubro-negros não conseguiram retornar ao G-4, pois precisavam vencer por dois gols de diferença - ocupa a 5ª posição, com 15 pontos.

O elenco leonino será liberado para nove dias de descanso e, depois, os jogadores se reapresentam para uma intertemporada no CT. Nessa pausa da Segundona, o Sport vai disputar dois amistosos com o CSA, além de um terceiro com equipe a definir.


Galeria de imagens

Legenda
Anteriores
Próximas

O JOGO

Apesar de um confronto entre duas equipes que brigam na parte de cima da tabela, Sport e CRB começaram a partida imprimindo um ritmo muito lento e errando bastante passes. Nos 15 primeiros minutos, os dois goleiros não foram incomodados, sem que nenhum arremate tomasse a direção do gol. A primeira chance de perigo só surgiu aos 16 minutos, com um chute perigoso de Felipe Ferreira, da entrada da área, com Maílson espalmando para escanteio.

O meia do time alagoano era o mais participativo e voltou a assustar Maílson por mais duas vezes em sequência. Aos 25, em finalização de dentro da área, com o goleiro leonino saindo para abafar o lance. E, aos 30, arriscando de longe um chute venenoso que passou rende a trave direita rubro-negra.

Mesmo tendo mais posse de bola, o Sport encontrava dificuldade para dar seguimento as jogadas e só conseguiu responder à altura no final da primeira etapa. Aos 37, após bola recuada, o goleiro Edson Mardden saiu jogando errado, Hernane recuperou a bola e já ajeitou para Guilherme que estava livre dentro da área (impedido), mas que acabou chutando fraco, nas mãos de Edson - o bandeirinha não marcou a infração e deixou o lance seguir.

Porém, o lance desperdiçado, foi prontamente compensado pelo atacante. Aos 40 minutos, Ezequiel foi lançado em velocidade, entrou na área e, mesmo de cara com Edson Mardden, rolou para Hernane. O centroavante ao invés de só escorar para as redes, pegou mal e mandou a bola no travessão. Pra sorte rubro-negra, Guilherme estava atento, pegou a sobra e abriu o placar: 1x0.



Diferente do que aconteceu no início do jogo, as duas equipe iniciaram a segunda etapa com bastante ímpeto ofensivo. Com menos de um minutos de reinício de partida, quase o Leão ampliava o marcador. Ezequiel cruzou a meia altura e Norberto emendou um bonito voleio, que foi interceptado por Edson Mardden, mandando para escanteio. Logo em seguida, o CRB respondeu com perigo. Aos três, Alisson Farias fez jogada individual pela esquerda, entrou na área e rolou para Felipe Ferreira chegar finalizando, mas a bola passou raspando a trave.

O fogo cruzado seguia na partida e os dois times utilizavam a mesma estratégia. Chute de longa distância. Aos 16, Dirceu Lucas mandou uma bomba para defesa em dois tempos de Maílson. No minuto seguinte, Leandrinho arriscou um chute cheio de curvas para a defesa de Edson com o pé.

Reticente de ser surpreendido, o time rubro-negro optou por baixar as linhas e fechar os espaços do CRB, apostando no contra-ataque para liquidar a partida. Mas nem precisou e manteve o 1x0. Só não conseguiu retornar ao G-4. Faltou mais um gol.

Ficha do jogo

SPORT

Maílson; Norberto, Eder Ferreira, Cleberson e Sander; Ronaldo, Yago (João Igor) e Sammir (Leandrinho); Ezequiel, Guilherme (Juninho) e Hernane Brocador. Técnico: Guto Ferreira.

CRB

Edson Mardden; Daniel Borges, Victor Ramos, Edson Henrique e Igor; Éwerton Páscoa, Lucas, Bryan (Mailson) e Felipe Ferreira (William Barbio); Alisson Farias e Léo Ceará (Willie). Técnico: Marcelo Chamusca.

Local: estádio da Ilha do Retiro, Recife (PE).
Árbitro: Cláudio Francisco Lima (SE).
Assistentes: Cleriston Clay Barreto Rios e Ailton Farias da Silva (ambos de Sergipe).
Gols: Guilherme, aos 40 minutos do 1º tempo.
Cartões amarelos: Sammir e Ronaldo (SPO) e Éwerton Páscoa e Dirceu Lucas (CRB).
Cartão vermelho: Ronaldo (SPO).
Público: 12.323.
Renda: R$ 187.391,00.





Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Copa América no Brasil Copa América no Brasil
Confira a relação da Copa América com o Brasil, o histórico e detalhes da edição deste ano, na qual a seleção terá que se virar sem Neymar, cortado do torneio. Catar e Japão participam como convidados
O nome dele era Gabriel Diniz O nome dele era Gabriel Diniz
José Gabriel de Souza Diniz, o Gabriel Diniz, ou simplesmente GD como os fãs o chamavam, morreu precocemente, aos 28 anos, em um acidente com um pequeno avião no litoral sul de Sergipe ocorrido na segunda-feira, 27 de maio de 2019.
Conheça o udigrudi pernambucano Conheça o udigrudi pernambucano
O udigrudi pernambucano reuniu um grupo de talentosos jovens músicos que, na primeira metade dos anos 70, gravou discos absolutamente não comerciais, fez rock and roll na terra do frevo, produziu festivais, insistiram na permanência do sonho.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM