Jornal do Commercio
Leão

Sport: esquenta a briga pela titularidade no meio-campo

No primeiro treino da semana após folga de dois dias, técnico Guto Ferreira promoveu mudanças na cabeça de área e criação

Publicado em 11/09/2019, às 07h00

João Igor foi elogiado por Guto Ferreira e recebeu carinho da torcida após atuação contra o Bragantino / JC Imagem
João Igor foi elogiado por Guto Ferreira e recebeu carinho da torcida após atuação contra o Bragantino
JC Imagem
Luana Ponsoni

Com a semana cheia de trabalhos até o jogo contra o Figueirense, domingo (15), no Orlando Scarpelli, os meio-campistas do Sport terão tempo relativo para mostrar serviço ao técnico Guto Ferreira, esquentando a briga por vagas no time titular. No primeiro treino, realizado nesta terça-feira (10), após a folga de dois dias com a vitória leonina por 2x1 sobre o líder Bragantino, o treinador optou por manter João Igor na cabeça de área, ao lado de Charles. Marcão já está liberado para atuar. Outra novidade foi a permanência de Pedro Carmona no setor de criação, no lugar de Leandrinho.

Depois de um longo período sem ser aproveitado pelo treinador leonino, Carmona ganhou oportunidade e foi o dono da assistência que fez Guilherme marcar o gol da vitória leonina por 2x1 sobre o time de Bragança Paulista no último sábado. “Dá um mérito de louvor maior ainda para Carmona que fez uma grande jogada no final. Falei com o grupo que ele foi um jogador que nunca desistiu, que nunca largou, sempre foi um profissional que trabalhou bastante. No jogo passado (0x0 contra o Oeste), esteve muito próximo de nos ajudar em um lance de bola parada, que é a especialidade dele, mas conseguiu nos ajudar com uma brilhante jogada, colocando a bola na cabeça do Guilherme. Foi um gol que selou todo o mérito da nossa equipe”, elogiou Guto Ferreira.

Há ainda a possibilidade de o treinador promover duas estreias na armação das jogadas do Leão, com os recém-chegados Leo Arthur e Marquinhos. O primeiro teve o nome publicado no Boletim Informativo Diário da CBF (CBF) na semana passada e já integrou o banco de reservas do Leão contra o Bragantino. Já Marquinhos chegou ao Recife no dia da partida e acompanhou o triunfo do Sport da Ilha do Retiro.

O setor de criação leonino, por sinal, é um dos mais instáveis do time e que ainda não tem um “dono da posição”. O atacante Guilherme jogou improvisado algumas partidas por ali, depois houve tentativas com Samnir, que acabou deixando o clube. Até o também atacante Juninho chegou a atuar na armação das jogadas até Leandrinho ser efetivado. Agora surge a possibilidade de Pedro Carmona se firmar.



CABEÇA DE ÁREA

Outro jogador que pode passar a titular da equipe é João Igor. Depois da boa atuação contra o Bragantino no último sábado, ele também ganhou elogios do comandante rubro-negro e o carinho da torcida. Apesar de Marcão já estar à disposição do treinador para o duelo no Orlando Scarpelli, Guto Ferreira optou por escalar o camisa 28 ao lado de Charles na cabeça de área, no primeiro treino do Leão antes do confronto.

“Eu sou muito grato a Deus por ter voltado no momento certo. Voltei e a gente teve uma vitória importante para a equipe. A gente vem mostrando também a qualidade do grupo. Não é o primeiro jogo que quem vem do banco entra e decide. Eu fico muito contente com os elogios e vou procurar trabalhar bastante, ainda mais, para que eu me mantenha aí”, comentou o volante.

Apesar de a disputa pela titularidade ter aumentado no elenco, o jogador não acredita que a competitividade possa afetar negativamente o Sport. “A gente sabe que em todo clube vai ter briga por posições, porque todo mundo que jogar, mas só jogam 11. Eu creio que o professor Guto vai escolher aquele que está no melhor momento e a gente vai respeitar o momento de cada um”, finalizou.

Palavras-chave




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Irmã Dulce e as lições que se multiplicam Irmã Dulce e as lições que se multiplicam
A Santa Dulce dos Pobres deixou um legado enorme por todo o país, e não poderia ser diferente em Pernambuco. Veja exemplos de quem segue o "anjo bom da Bahia"
Jackson era grande demais para um pandeiro Jackson era grande demais para um pandeiro
Em pouco tempo, Jackson do Pandeiro deixou claro que não se tratava apenas de uma voz a mais no cenário artístico pernambucano. Confira especial sobre o artista
Especial Novo Clima Especial Novo Clima
O inverno não é mais o mesmo. E nem o verão. Os efeitos da crise climática alteraram a rotina de milhares de cidadãos das grandes cidades. O JC traz reportagens especiais desvendando o "novo clima"

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2020 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM