Jornal do Commercio
Notícia
PREPARADO

Preparador de goleiros do Sport avalia Luan Polli: 'arrojado, potencial de explosão e ágil'

Goleiro de 26 anos vai estrear oficialmente pelo Leão no próximo domingo contra o Brasil-RS

Publicado em 18/10/2019, às 07h49

Luan Polli está no Sport desde agosto de 2018 / Foto: Anderson Stevens/ Sport
Luan Polli está no Sport desde agosto de 2018
Foto: Anderson Stevens/ Sport
Filipe Farias
Twitter: @_filipefarias

“Vejo como uma chance de ouro. O Sport é um clube grande no cenário nacional e estou tendo uma oportunidade que poucos tem”. A frase foi dita por Luan Polli, em agosto de 2018, quando foi apresentado pelo Leão. Porém, a declaração dada pelo goleiro rubro-negro há mais de um ano, se encaixa perfeitamente com o que ele está vivendo no momento. Com a lesão sofrida por Maílson no joelho - está fora da temporada -, Luan está recebendo de Guto Ferreira a oportunidade de sua vida, já que o treinador o confirmou como titular diante do Brasil-RS, domingo (20), às 16h, no estádio Bento Freitas, pela 30ª rodada da Série B.

“Escolhi o Luan Polli. Nós temos que acreditar. Ele vem esperando o momento dele há muito tempo, jogou no time de aspirantes bem, jogou no amistoso contra o CSA. Estava esperando a oportunidade. Temos a chegada de Felipe que é mais experiente, mas vem de uma parada sem jogar (dois meses), está há pouco tempo no clube e vem recuperando a sua melhor condição”, disse Guto Ferreira em coletiva. “O momento é de Luan. Até pra se respeitar o trabalho e aqui a gente prioriza o momento de cada um. Na nossa concepção, o momento de Luan é melhor. E a gente espera que ele possa se sair bem. Que ele possa desenvolver o jogo que ele tem pra mostrar. Aos descrentes surpreender e aos crentes mostrar realmente quem ele é”, concluiu.

Nascido na cidade de Meleiro, em Santa Catarina, Luan Polli iniciou na base do Figueirense. Ainda no sub-20, foi negociado por empréstimo para o Flamengo, atuando nas categorias inferiores até chegar ao profissional do clube carioca, onde disputou uma partida pelo time principal - Flamengo 2x2 Bangu, pelo Carioca de 2014. “Luan é um goleiro muito técnico. Teve base, ao contrário de Maílson, que chegou muito tarde ao clube. Luan teve uma base inteira feita no Figueirense e no Flamengo. Goleiro que teve muito estímulo técnico durante sua formação. Ele está na idade certa para ter essa oportunidade... Disputou uma Série B com o Boa Esporte e já vem se preparando há muito tempo conosco”, declarou Júnior Matos, preparador de goleiros do Sport.

Luan Polli, de 26 anos, foi contratado pela diretoria leonina no dia 31 de julho de 2018. Naquele momento, ele vinha da equipe do Naxxar Lions, de Malta, e chegava para ser o terceiro goleiro, já que Agenor tinha sido dispensado e Maílson efetivado como o segundo goleiro, na reserva de Magrão.



RITMO DE JOGO

Desde então, a única chance que Luan recebeu foi no amistoso contra o CSA, na parada da Série B para a disputa da Copa América desse ano, atuando apenas no segundo tempo da partida. Mesmo com essa falta de ritmo de jogo, Júnior Matos demonstrou total confiança no substituto de Maílson.

“Vida do segundo e terceiro goleiro não é fácil, pois só joga um. Por isso, quando surge a oportunidade é preciso pular etapas e se sobressair. Todo goleiro que tem uma chance no meio ou no final de uma competição tem de superar. Estamos muito tranquilos quando a capacidade do Luan. Quem o acompanha no dia a dia sabe de seu potencial. Por isso estamos confiantes com o que ele pode render no jogo. A única preocupação é com o emocional. É conseguir controlar isso, pois fisicamente, taticamente e tecnicamente, ele está pronto para jogar”, falou Júnior Matos.

Sobre as características de Luan, o preparador de goleiros destacou: “Ele tem bom tempo de bola aérea, confiante, corajoso e arrojado nas saídas de bola... Potencial de explosão, ágil, chega fácil nas bolas, só está precisando jogar”.




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Reencontros Reencontros
A menina que salvou os livros numa enchente, o garoto que venceu a raiva humana, o médico que superou a pobreza, os albinos de Olinda e o goleiro de uma só perna foram personagens do projeto Reencontros, publicado em todas as plataformas do SJCC
Especial Nova Rotação Especial Nova Rotação
As cidades estão entrando em colapso. Refletem o resultado da mobilidade urbana convencional, um mal incorporado à sociedade e de difícil enfrentamento.Mas o momento de inverter essa lógica é agora. Criar uma nova rotação para as cidades, para as pessoas
JC Recall de Marcas 2019 JC Recall de Marcas 2019
Pitú e Vitarella são as marcas mais lembradas pelo consumidor pernambucano, de acordo com a edição 2019 do Prêmio JC Recall de Marcas. O ranking foi feito a partir de levantamento do Harrop Pesquisa para o Jornal do Commercio.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM