Jornal do Commercio
Notícia
DESEJO DE RENOVAR

'O Sport abriu as portas para mim no momento mais difícil da minha carreira', diz Hyuri

Atacante, de 28 anos, revela desejo de permanecer no clube rubro-negro na próxima temporada

Publicado em 28/10/2019, às 18h21

Hyuri já marcou três gols com a camisa do Sport / Foto: JC Imagem
Hyuri já marcou três gols com a camisa do Sport
Foto: JC Imagem
Filipe Farias
Twitter: @_filipefarias

"O Sport abriu as portas para mim no momento mais difícil da minha carreira, arrisco a dizer". O momento Hyuri está atravessando é totalmente diferente do início da temporada. Se o atacante, de 28 anos, não sabia em qual clube iria atuar em 2019, já que o Atlético-MG, clube que detém os seus direitos econômicos, não contava com o seu futebol nesse ano, e a incerteza quanto o seu futuro o incomodava, agora Hyuri é só felicidade de ser peça importante na campanha que está conduzindo para o acesso do Leão à Série A de 2020.

Diante da chance que o Sport lhe deu, quando nenhum clube o procurou, o atacante confidencia que o seu desejo é permanecer no Leão na próxima temporada. Uma prova de retribuir o carinho e a gratidão pelo time rubro-negro. "Passa sim pela minha cabeça (renovar para ficar em 2020). O Sport foi o clube que abriu as portas para mim no momento mais difícil da minha carreira, arrisco a dizer. Comecei a temporada sem saber para onde iria. Mas é uma decisão que não passa apenas por mim", declarou Hyuri, que tem vínculo com o Atlético-MG até dezembro de 2020.

Apesar de o foco total nessa reta final de competição ser garantir o acesso à Primeira Divisão, Hyuri não esconde que já vem conversando nos bastidores para nortear o seu futuro. "A gente sempre pensa (em renovar), conversa com os diretores, escuta as ideias que eles têm para a próxima temporada, mas agora é pensar em selar o nosso acesso e procurar ir por etapas para planejar o ano que vem", ponderou.



PROPOSTA

O atacante leonino ainda revelou que recebeu proposta para deixar o Sport no meio da Segundona, mas sequer chegou a procurar saber da oferta, rejeitando de imediato. "Tive a oportunidade de deixar o Sport no meio do ano, mas não quis nem ouvir a proposta, porque eu acreditava que eu poderia cumprir o meu contrato aqui até o final da Série B", falou Hyuri, revelando que a proposta foi para disputar a Série A, mas preferiu não dizer o clube que lhe procurou.

Mesmo sendo contratado na reta final do Pernambucano e sendo inscrito a tempo de disputar o Estadual, Hyuri só foi estrear na Série B, disputando até aqui 15 partidas e marcando três gols pelo Leão: contra América-MG, Vila Nova e Ponte Preta.




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Irmã Dulce e as lições que se multiplicam Irmã Dulce e as lições que se multiplicam
A Santa Dulce dos Pobres deixou um legado enorme por todo o país, e não poderia ser diferente em Pernambuco. Veja exemplos de quem segue o "anjo bom da Bahia"
Jackson era grande demais para um pandeiro Jackson era grande demais para um pandeiro
Em pouco tempo, Jackson do Pandeiro deixou claro que não se tratava apenas de uma voz a mais no cenário artístico pernambucano. Confira especial sobre o artista
Especial Novo Clima Especial Novo Clima
O inverno não é mais o mesmo. E nem o verão. Os efeitos da crise climática alteraram a rotina de milhares de cidadãos das grandes cidades. O JC traz reportagens especiais desvendando o "novo clima"

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2020 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM