Jornal do Commercio
Leão

Charles comemora objetivo alcançado no Sport após ano de titularidade absoluta

Quando chegou no Leão, volante de 22 anos não tinha muita rodagem no futebol brasileiro

Publicado em 20/11/2019, às 23h40

A contratação de Charles foi cercada de desconfiança por parte do torcedor / Williams Aguiar/Sport
A contratação de Charles foi cercada de desconfiança por parte do torcedor
Williams Aguiar/Sport
JC Online

A contratação de Charles foi cercada de desconfiança por parte do torcedor. Afinal, o volante de 22 anos (no início do ano) não tinha muita rodagem no futebol e, na temporada anterior, tinha feito apenas sete jogos. Além disso, o cabeça de área revelado pelo Internacional chegou ao Sport com a responsabilidade de substituir Anselmo e Jair, que, em 2018, caíram nas graças da torcida leonina. Porém, os desafios impostos pelas circunstâncias, serviram de motivação para Charles. Além de rapidamente ter tomado conta do meio de campo do Leão e ajudado o time a conquistar o Pernambucano, o nível técnico do volante só aumentou na Série B. Apresentando uma performance irretocável ao longo da competição e sendo peça fundamental no acesso.

“Estou muito feliz (pelo acesso). Não esperava fazer uma Série B tão boa. Mas estava ali pra isso, para ajudar ao máximo e me empenhar para o time. Foi importante e estou satisfeito por conquistar esse objetivo que traçamos desde o início do ano. Todos juntos conseguimos isso. Foi um ano válido pra mim, bastante importante tudo o que conquistei e estou realizado”, contou Charles.




Galeria de imagens

Legenda
Anteriores
Próximas

TERMÔMETRO

Um dos melhores atletas da posição na Segundona, o volante foi considerado uma espécie de termômetro do time na campanha que garantiu o retorno do Sport à Série A. O ponto de equilíbrio da equipe. Bastante efetivo nas roubadas de bola (líder de desarmes no campeonato, com mais de 100 roubadas de bola), o volante dava a estabilidade necessária entre os setores, além de ter participação ofensiva, com dois gols e uma assistência. “Sem dúvida que a Série B foi muito importante pra mim, pois me valorizou bastante e pude jogar quase todos os jogos, coisa que queria... Ter essa sequência e jogar o ano todo. Sabia que só assim para eu ficar bem fisicamente e fazer as coisas em campo da forma mais natural possível”, salientou.

Nas 33 partidas que disputou na Série B, o camisa 35 formou dupla na cabeça de área do Leão com cinco volantes: Yago (3 jogos), Ronaldo (4), Marcão (6), João Igor (10) e William Farias (10). Porém, foi com o último que Charles obteve o melhor encaixe. “É um cara experiente, um líder e que chegou agregando pra gente em campo. “Nos unimos em prol de uma situação e de um objetivo. Isso fez a diferença pra gente. O grupo criou uma amizade dentro e fora de campo. Acho que esse foi o segredo do nosso time, essa união”.

Palavras-chave




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Reencontros Reencontros
A menina que salvou os livros numa enchente, o garoto que venceu a raiva humana, o médico que superou a pobreza, os albinos de Olinda e o goleiro de uma só perna foram personagens do projeto Reencontros, publicado em todas as plataformas do SJCC
Especial Nova Rotação Especial Nova Rotação
As cidades estão entrando em colapso. Refletem o resultado da mobilidade urbana convencional, um mal incorporado à sociedade e de difícil enfrentamento.Mas o momento de inverter essa lógica é agora. Criar uma nova rotação para as cidades, para as pessoas
JC Recall de Marcas 2019 JC Recall de Marcas 2019
Pitú e Vitarella são as marcas mais lembradas pelo consumidor pernambucano, de acordo com a edição 2019 do Prêmio JC Recall de Marcas. O ranking foi feito a partir de levantamento do Harrop Pesquisa para o Jornal do Commercio.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM