Jornal do Commercio
Educação

Sisu já registra mais de 2,3 milhões de inscritos

As inscrições para o Sisu terminam nesta quinta-feira (22)

Publicado em 21/01/2015, às 20h15

A última nota de corte será divulgada amanhã (22), a partir de 2h / Foto: Banner/ Divulgação
A última nota de corte será divulgada amanhã (22), a partir de 2h
Foto: Banner/ Divulgação
Agência Brasil

O Sistema de Seleção Unificada (Sisu) registrou, até as 18h desta quarta-feira (21), 2.320.624 de inscritos, informou o Ministério da Educação (MEC). No segundo dia de inscrição, a nota de corte mais alta da ampla concorrência foi a do curso de direito da Universidade Federal Fluminense (UFF), 824,21 pontos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). O curso de medicina da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) registra a segunda maior nota de corte, com 821,81 pontos. Foram consideradas as instituições que oferecem todas as vagas pelo Sisu. A última nota de corte será divulgada amanhã (22), a partir de 2h.

As inscrições para o Sisu terminam nesta quinta-feira (22) e os candidatos têm até as 23h59 para participar da seleção para vagas do ensino superior público no site do sistema. Já com a segunda divulgação da nota de corte em mãos, os candidatos devem ficar atentos ao processo e, se desejarem, fazer as últimas mudanças na opção de curso.

Para aqueles que ainda não fizeram a inscrição, a recomendação é que não deixem para a última hora. Segundo o especialista em Enem e presidente de honra do Instituto Henfil, Mateus Prado, os estudantes que têm mais de uma opção de curso devem ficar atentos e ajustar a escolha às notas de corte para garantir uma vaga.

“Esse aluno deve escolher o curso em que tem viabilidade de passar e colocar em primeira opção. Nos últimos dias, menos pessoas se inscrevem e mais pessoas trocam a opção de curso. As notas de corte mais baixas tendem a subir. As mais altas, de cursos mais concorridos, tendem a se manter", explicou Prado.



Para ele, as notas de corte estão altas tanto para a ampla concorrência quanto para os cotistas. Ele recomenda aos que querem um curso específico e não têm nota para passar que esperem a segunda edição do programa, no segundo semestre. “As notas de corte desse processo seletivo não são definitivas, mudam no segundo semestre. Às vezes, com a mesma nota, [no segunda edição] o estudante consegue passar no curso que quer."

Na primeira edição deste ano, o Sisu oferece 205.514 vagas, em 5.631 cursos de 128 instituições públicas de educação superior. Para concorrer, é preciso ter feito o Enem sem tirar 0 na redação. No ano passado, cerca de 6,2 milhões de candidatos fizeram o Enem.

Segundo o MEC, as notas de corte devem servir para ajudar o candidato a monitorar a inscrição, mas não são garantia de que ele será selecionado.

A mestre em psicologia e diretora da Rhaiz Recursos Humanos, Rita Brum, aconselha os candidatos a pesquisar sobre cursos que pretendem escolher e, se possível, fazer um teste de orientação vocacional. De acordo com Rita, o estudante deve "buscar o máximo de informações sobre as competências que são requeridas em cada curso, quais disciplinas vai cursar, e comparar com a análise que tem de si mesmo”.

Caso o estudante queira um curso muito concorrido, escolher outro de área correlata pode ser arriscado. "O recomendado é sempre estudar mais para conseguir nota para o curso que se quer, porque essa escolha [de curso correlato] pode ser muito diferente, e o estudante corre o risco de se frustrar. Ter sucesso na carreira é fazer o que se quer, de acordo com interesse e características de personalidade", acrescentou a psicóloga.



Palavras-chave




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Especial educação Especial educação
E se você descobrisse que o futuro ligado às tendências que irão norteá-lo já chegou? O mundo hoje é um mar de oportunidades, para conhecimento, informação e inovação. Cada vez mais o profissional precisa evoluir. Por isso veja o caminho a seguir
A revolução da ciclomobilidade: o exemplo de Fortaleza A revolução da ciclomobilidade: o exemplo de Fortaleza
A capital cearense, diferentemente da pernambucana – embora nordestina também – deu um salto na infraestrutura viária voltada para as bicicletas. A cidade está repleta de ciclofaixas. Por toda parte. E a grande maioria conectada
Cantos e Recantos Cantos e Recantos
A temporada de sol está nos espreitando, e a Praia de Boa Viagem é sempre uma opção de passeio. Mas que tal ousar um pouquinho na quilometragem e desbravar outros destinos? Pernambuco tem muitos lugares fantásticos e você vai adorar o roteiro que o JC fe

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM