Jornal do Commercio
Acidente

Dilma lamenta morte do filho mais novo de Geraldo Alckmin

Thomaz morreu em um acidente de helicóptero ocorrido na tarde dessa quinta-feira (2), na zona oeste da Grande São Paulo

Publicado em 03/04/2015, às 09h30

Tomaz era piloto de helicóptero e muito amigo de Junior, proprietário da empresa do helicóptero / Foto: Reprodução/Facebook
Tomaz era piloto de helicóptero e muito amigo de Junior, proprietário da empresa do helicóptero
Foto: Reprodução/Facebook
Da AFP

A presidenta Dilma Rousseff divulgou nota em que manifesta pesar pela morte de Thomaz Alckmin, filho mais novo do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin. Thomaz morreu em um acidente de  helicóptero ocorrido na tarde dessa quinta-feira (2), na Estrada da Fazendinha, no município de Carapicuíba, zona oeste da Grande São Paulo.

Na nota, a presidenta presta solidariedade ao governador e à primeira-dama, Maria Lúcia Alckmin. “Com muito pesar e tristeza, apresento ao governador Geraldo Alckmin e a sua esposa, senhora Maria Lúcia Alckmin, meus sinceros e profundos pêsames pela morte de seu filho Thomaz Alckmin, que estava entre as vítimas do trágico acidente de helicóptero, ocorrido em São Paulo. Presto, neste momento de dor e consternação, minha solidariedade e sentidos pêsames aos pais, familiares e amigos das  vítimas”, diz o texto divulgado ontem à noite pela Secretaria de Imprensa da Presidência da República.



De acordo com informações do Corpo de Bombeiros, mais quatro pessoas morreram na queda do helicóptero.

VIAGEM - A presidente Dilma Rousseff viaja no fim da manhã desta sexta-feira (3) a São Paulo para participar do velório de Thomaz Alckmin. Dilma acertou com assessores os detalhes da viagem nesta manhã e ainda decide quem serão os ministros que irão acompanhá-la. Muito provavelmente, viajam com ela nomes ligados à política paulista.

Ainda não há previsão sobre a ida do ex-presidente Lula ao velório. Na noite de quinta-feira (2), dia do acidente que matou Thomaz, Lula colocou um texto em seu Facebook prestando solidariedade à família.





Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

JC 100 anos JC 100 anos
Para marcar os 100 anos de fundação, o JC publica este especial com um panorama do que se passou neste período em que o jornal retratou o mundo, com projeções de especialistas sobre o que vem por aí e com os bastidores da Redação do Jornal do Commercio
Sozinha nasce uma mãe Sozinha nasce uma mãe
Uma palavra se repete na vida dela: sozinha. Porque estava sozinha na gravidez. Sozinha na hora do parto. Sozinha nas primeiras noites de choro. Sozinha nos primeiros passos. Sozinha no registro civil. O JC conta histórias de luta das mães sozinhas
Segunda chance - Caminhos para ressocializar Segunda chance - Caminhos para ressocializar
Eles saem das prisões, mas as prisões não saem deles. Perseguem-nos até o final de suas vidas. Como uma condenação perpétua. Pena. Eles lamentam. Mas precisam seguir. E neste difícil caminho da ressocialização, o trabalho é uma espécie de absolvição.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM