Jornal do Commercio
barragem

Deslocamento de terra na barragem de Fundão não ultrapassou limite da empresa

oje, conforme a nota do governo, houve um deslocamento de resquícios minerais dentro da área da barragem

Publicado em 27/01/2016, às 21h42

No dia 05 de novembro, a barragem ruim, matando 17 pessoas e deixando duas desaparecidas / Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil
No dia 05 de novembro, a barragem ruim, matando 17 pessoas e deixando duas desaparecidas
Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil
Do Estadão Conteúdo

O governo de Minas Gerais emitiu uma nota nesta quarta (27) informando que a Coordenadoria Estadual de Defesa Civil do Estado (Cedec) e a Polícia Militar se deslocaram para Mariana a fim de avaliar in loco a situação da barragem do Fundão. O comunicado, assinado pela Coordenadoria Estadual de Defesa Civil e Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Semad), ainda esclarece que, segundo informações colhidas pela Cedec junto a técnicos responsáveis pela barragem e da coordenadoria regional da Cedec em Mariana, em torno das 12 horas desta quarta-feira houve uma movimentação de massa no material que sobrou na barragem. "Porém, a movimentação não ultrapassou o limite da empresa", ressalta o governo.

No dia 05 de novembro, a barragem ruim, matando 17 pessoas e deixando duas desaparecidas. Na tragédia, o Distrito de Bento Rodrigues foi destruído pela lama. Hoje, conforme a nota do governo, houve um deslocamento de resquícios minerais dentro da área da barragem e o que acionou o alerta amarelo na região, que prevê a retirada de funcionários que possam estar no local.



"Uma equipe do Núcleo de Emergências Ambientais (NEA) da Semad também se deslocou para o local para averiguar a situação, apurar as consequências para o meio ambiente e tomar as providências cabíveis", informou o governo, no comunicado, que se comprometeu a enviar mais informações após a avaliação das equipes que foram ao local.




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Especial Nova Rotação Especial Nova Rotação
As cidades estão entrando em colapso. Refletem o resultado da mobilidade urbana convencional, um mal incorporado à sociedade e de difícil enfrentamento.Mas o momento de inverter essa lógica é agora. Criar uma nova rotação para as cidades, para as pessoas
JC Recall de Marcas 2019 JC Recall de Marcas 2019
Pitú e Vitarella são as marcas mais lembradas pelo consumidor pernambucano, de acordo com a edição 2019 do Prêmio JC Recall de Marcas. O ranking foi feito a partir de levantamento do Harrop Pesquisa para o Jornal do Commercio.
Especial Tempo de Férias Especial Tempo de Férias
O tempo das férias finalmente chegou e com ele os vários planos sobre o que fazer no período livre. O JC traz algumas dicas de como otimizar o período para voltar renovado do merecido descanso.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM