Jornal do Commercio
ESQUEMA

Pai de jovem suspeita de fraudar o Enem diz que fez tudo sozinho para "realizar sonho"

Em entrevista, o pai da garota disse que a filha só soube que receberia o gabarito da prova no dia do Enem

Publicado em 09/11/2016, às 12h38

 A jovem deletou a conta no Facebook após inúmeros usuários postarem mensagens ofensivas / Foto: Reprodução/Facebook
A jovem deletou a conta no Facebook após inúmeros usuários postarem mensagens ofensivas
Foto: Reprodução/Facebook
JC Online

 

O pai da jovem Sofia Macedo, 19, suspeita de participar de um esquema de fraude do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) ,nesse fim de semana, disse que contratou os serviços da quadrilha sozinho e que a jovem só soube da fraude no dia da prova, domingo (6), quando teve acesso ao gabarito.

>>>> Saiba tudo sobre o Enem no Blog do Fera

Otacílio Macedo concedeu entrevista ao portal R7 e esclareceu que o valor pago para ter acesso ao gabarito das provas seria de R$ 50 mil, e não de R$ 180 mil- conforme divulgado pela Polícia Federal (PF). O pagamento seria dividido em duas partes. R$ 10 mil logo após a realização da prova e outros R$ 40 mil quando a estudante se matriculasse em alguma universidade. "Eu fiz isso para ajudar a minha filha a realizar um sonho, que é cursar a faculdade de medicina", afirmou.

Sofia foi detida na segunda-feira (7) em uma penitenciária de Belo Horizonte, em Minas Gerais, e liberada nesta terça-feira (8), após pagamento de fiança no valor de um salário mínimo, R$ 880. Segundo o pai, Sofia está em casa, mas continua bastante abalada. A jovem deletou a conta no Facebook após inúmeros usuários postarem mensagens ofensivas por conta da fraude.



Polícia Federal

Sofia foi apontada pela PF como uma das pessoas que se beneficiou do esquema para fraudar o Enem no último fim de semana.

De acordo com a polícia, a jovem estava recebendo as respostas da prova através de um 'ponto' eletrônico no ouvido. Ainda Segundo a PF, Sofia afixou uma espécie de cartão com chip na altura do peito. O equipamento recebia ligações telefônicas e, por meio de um transmissor, enviava o áudio para o ponto, que era do tamanho de uma bateria de relógio e só podia ser colocado ou retirado do ouvido com pinça. Um integrante da quadrilha detida pela PF lia o gabarito para a candidata.

Após a revelação do caso, o perfil da jovem no Facebook foi alvo de diversas críticas por parte dos internautas. Sofia resolveu apagar o perfil na rede social após o episódio.

 

 

 

 

 

 

 





Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Irmã Dulce e as lições que se multiplicam Irmã Dulce e as lições que se multiplicam
A Santa Dulce dos Pobres deixou um legado enorme por todo o país, e não poderia ser diferente em Pernambuco. Veja exemplos de quem segue o "anjo bom da Bahia"
Jackson era grande demais para um pandeiro Jackson era grande demais para um pandeiro
Em pouco tempo, Jackson do Pandeiro deixou claro que não se tratava apenas de uma voz a mais no cenário artístico pernambucano. Confira especial sobre o artista
Especial Novo Clima Especial Novo Clima
O inverno não é mais o mesmo. E nem o verão. Os efeitos da crise climática alteraram a rotina de milhares de cidadãos das grandes cidades. O JC traz reportagens especiais desvendando o "novo clima"

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2020 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM